Vendas no comércio crescem 6,6% em Alagoas no mês de junho

Helena Pontes - Agencia IBGE Noticias

Helena Pontes – Agencia IBGE Noticias

O volume de vendas no comércio varejista em Alagoas cresceu 6,6% em junho, na comparação com o mês anterior. Em maio, o crescimento havia sido de 9,6%. Apesar disso, o varejo fechou o semestre com -10,2%, frente ao primeiro semestre de 2019, influenciado pelas medidas de isolamento social adotadas para reduzir o impacto da pandemia de Covid-19. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada nessa quarta-feira (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com junho de 2019, o volume de vendas teve uma queda de 10,4%. Levando em consideração os últimos 12 meses, a redução foi de 5,5%.

No Brasil, o volume de vendas do varejo cresceu 8% em junho, após alta de 14,4% em maio. Contudo, o varejo fechou o primeiro semestre com -3,1% frente ao mesmo período do ano anterior, o menor resultado semestral desde o segundo semestre de 2016 (-5,6%).

“Os resultados positivos eram esperados porque viemos de uma base de comparação muito baixa, que foi o mês de abril (-17%). Esse crescimento, então, foi praticamente generalizado, distribuído em quase todas as atividades. Desde o começo da pandemia, a gente bate muitos recordes, tanto negativos quanto positivos, então os números estão muito voláteis”, explica o gerente da pesquisa, Cristiano Santos, analisando os resultados para o Brasil.

Vendas no comércio varejista ampliado crescem 10,5% 

O volume de vendas do comércio varejista ampliado, que integra também as atividades de veículos, motos, partes e peças e material de construção, registrou um crescimento de 10,5% em Alagoas no mês de junho.

Na comparação com junho de 2019, a queda foi de 6,7%, índice que sobe a 9,6% no acumulado do semestre de 2020 frente ao mesmo período do ano anterior.

Vendas crescem em 24 Unidades da Federação

O volume de vendas foi positivo em 24 unidades da federação, com destaque para Pará (39,1%), Amazonas (35,5%) e Ceará (29,3%) na passagem de maio para junho. Rio Grande do Sul (-9,0%), Paraíba (-2,4%) e Mato Grosso (-2,0%) foram os estados que tiveram queda nessa mesma comparação.

Fonte: Agência IBGE Notícias

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *