Cachorro espera em frente a hospital por dono que morreu há anos

Negão fica em frente a hospital de Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte — Foto: Vladimir Vilaça/TV Globo

O cachorro vira-lata Negão está há anos em frente ao Hospital Nossa Senhora de Lourdes, no Centro de Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, à espera do dono que se internou ali, mas acabou morrendo.

Pessoas contam que ele chegou acompanhando o dono que estava doente. Durante o tratamento, o fiel escudeiro não saiu do local.

A assistente social do centro de saúde, Maria Dilma Rosa, presenciou a história:

“O dono dele veio para cá há mais ou menos 10 anos e veio a óbito e, desde então, o cachorro permaneceu conosco”, diz ela.

O cachorrinho ficou e a lanchonete ao lado da portaria contribuiu para isso, porque quem lancha sempre dá algum pedacinho para o cão.

Os anos foram passando e o carinho por ele aumentando. A autônoma Karen Nunes acompanha o irmão que faz hemodiálise no hospital e diz que é apaixonada pelo cachorro. Para ela, o Negão até sorri. “Todo dia eu chego aqui, ele vem e sorri”.

Nesses dez anos, os frequentadores do hospital arrumaram até uma casinha para ele dormir e sempre colocam ração para Negão.

“Praticamente faz parte da família, né? Todo mundo gosta dele, adora ele. Todo mundo fica sentindo pelo que está acontecendo com ele”, disse o auxiliar de serviços gerais Emanuel Silva.

A história lembra a do filme “Sempre ao Seu Lado”, em que um akita passa a vida na esperança de que o dono falecido, interpretado por Richard Gere, reapareça em uma estação de trem.

Talvez seja esse o instinto do Negão também. Enquanto a espera continua, o hospital faz campanha por ajuda para resolver um problema que o cão tem no fígado.

Quem quiser ajudar o Negão ou adotá-lo pode entrar em contato pelo e-mail contato@fundacaohospitalar.com.br. Para a adoção, o hospital fará triagem e entrevista com os interessados.

Fonte: G1

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *