Libertadores: sete clubes brasileiros reiniciam busca por taça mais querida da América do Sul. Veja jogos de terça!

Ivan Storti / Santos FC

Seis meses após a suspensão da Conmebol Libertadores por causa da pandemia do coronavírus e com o papelão proporcionado por duas equipes brasileiras na última partida, Inter e Grêmio, a competição mais importante da América do Sul está de volta! Ela retorna nesta terça-feira (15) com quatro jogos válidos pela terceira rodada da fase de grupos.

Dos sete clubes brasileiros na disputa, apenas Santos e Athletico-PR entram em campo nesta terça. E o que esperar da participação desses dois clubes?

O Santos é o líder do Grupo G com 100% de aproveitamento: duas vitórias e seis pontos. O Peixe receberá nesta terça (15), o vice-líder Olímpia, do Paraguai, na Vila Belmiro, às 21h30.

Será a primeira vez que os clubes se enfrentarão na Libertadores. O Santos permanece invicto em seus 10 jogos contra times do Paraguai na competição: seis vitórias e quatro empates. Seis desses confrontos foram contra o Cerro Porteño: três vitórias e três empates).

O Olímpia venceu apenas uma das últimas 16 partidas como visitante na Libertadores: seis empates e nove derrotas. O único triunfo foi por 3 a 0 sobre o Sporting Cristal, na fase de grupos de 2019.

O Athletico-PR está no Grupo C, um dos mais equilibrados de oito chaves. Todos os clubes estão empatados com três pontos e pela ordem de critérios de classificação temos: Jorge Wilstermann, Athletico, Peñarol e Colo-Colo.

O Furacão vai até Cochabamba, na Bolívia, enfrentar o líder no estádio Félix Capriles, às 19h15, horário de Brasília. No retrospecto da competição, as equipes se enfrentaram duas vezes, ambas na fase de grupos em 2019. Cada equipe venceu o duelo em casa.

O time boliviano tem bons números em casa e venceu nove de seus 12 jogos mais recentes na Libertadores, empatou duas e perdeu uma.

Fora de casa, o time brasileiro não dá sorte. O Furacão  perdeu seus últimos seis jogos na Libertadores. O Athletico nunca havia perdido mais do que três partidas consecutivas fora de casa no torneio.

No último duelo do Jorge Wilstermann na Libertadores contra o Furacão, o time boliviano venceu por 3 a 2 com dois gols de pênalti. Em 19 jogos anteriores contra brasileiros, ele havia marcado apenas um gol de pênalti com apenas quatro vitórias, dois empates e 13 derrotas.

O outro duelo do Grupo C, entre Colo-Colo, do Chile, e Peñarol do Uruguai, terá transmissão, ao vivo e exclusiva, do FOX Sports, a partir das 19h. A narração será de João Guilherme. Comentários de Eugênio Leal, Zinho e Carlos Eugênio Simon.

O duelo será no Estádio Monumental, na cidade de Santiago. O Peñarol venceu o Colo-Colo nas duas vezes que se enfrentaram na Libertadores, em 1985.  O time uruguaio fez 2 a 1 no jogo como visitante.

O Colo-Colo venceu três de seus últimos quatro jogos em casa na Libertadores e uma derrota. O mesmo número de vitórias que nos últimos 10 jogos em casa na competição: quatro empates e três derrotas.

O Peñarol perdeu 20 de suas últimas 26 partidas fora de casa na Libertadores: duas vitórias e quatro empates. Os triunfos foram contra o Deportes Iquique em 2013 e contra o Flamengo, atual, em 2019.

Fonte: FOX Sports

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *