Ariadna rebate Sikêra Jr. por post sobre transgêneros: “Incitação ao ódio”

Ex-BBB acusou o apresentador de passar desinformações: "Deveria estudar um pouco mais pra falar sobre esse assunto. Me dá vergonha que em 2020 tenha gente como você que compartilha ignorância"

Ariadna Arantes e Sikêra Jr. (Foto: Reprodução/Instagram // Divulgação)

Ariadna Arantes rebateu na manhã desta quinta-feira (24) um post transfóbico que o apresentador Sikêra Jr. fez em seu Instagram. Em uma carta aberta, ex-BBB pediu mais respeito ao comunicador e disse que a publicação dele trazia desinformação e incentivava o ódio aos transgêneros.

“Transgênero é uma pessoa que não aceita o próprio nome, o próprio corpo, a própria voz, a própria vida. Mas quer ser aceito por todo mundo”, escreveu Sikêra, sendo corrigido por Ariadna: “Você, como comunicador, deveria estudar um pouco mais pra falar sobre esse assunto. Me dá vergonha que em 2020 tenha gente como você, que tem o espaço que tem e, no entanto, compartilha ignorância. Transgêneros não se IDENTIFICAM. Se nós não nos aceitássemos, todos nós estaríamos mortos. Alguns pulando de um prédio. Se jogando na frente de um trem. Cortando os pulsos. E isso realmente acontece, sabe por quê? Porque existem pessoas como você, que não sabem o significado da palavra RESPEITO”.

Ariadna continuou seu texto, falando como é vergonhoso que “em pleno século 21 um comunicador incentive o ódio com essa desinformação”. “A transexualidade é estudada pela medicina e, sim, é uma condição humana. Ninguém aqui é obrigado a te aceitar sendo esse ser medieval, que está parado lá nos tempos da inquisição, da Idade Média. Mas somos todos obrigados a te respeitar”, declarou ela.

A ex-BBB reafirmou que a publicação de Sikêra era transfóbica e pregava a violência contra os transgêneros. “Sua opinião, quando fere a minha integridade e a de milhões de pessoas transgêneros, está compactuando com toda violência, ataques e até mortes. E esse peso, meu querido, está em suas costas também. Eu vejo vocês falarem tanto de bons costumes, mas a empatia está desatualizada. Nós somos cidadãos íntegros, com direitos e deveres”, completou.

Ariadna ainda disse que Sikêra deve responder judicialmente por suas palavras e convidou famosos transgêneros, como Lea T, Thammy Miranda, Tarso Brandt, Glamour Garcia, Pepita, Liniker, entre outros, para buscarem direitos penais contra o apresentador.

Fonte: Quem

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *