‘Complicado a gente sabia que seria, mas não dessa forma’, diz Fábio após nova derrota do Cruzeiro na Série B

Gustavo Aleixo / Cruzeiro EC

Na noite da última sexta-feira (25), o Cruzeiro sofreu mais uma derrota na Série B do Campeonato Brasileiro, desta vez para o Avaí. Depois da partida, o goleiro Fábio admitiu que a situação do clube na competição é complicada, já que o clube vê o Z4 de perto.

“Complicado a gente sabia que ia ser, mas não dessa forma. Dentro de todas as dificuldades financeiras, a perda dos seis pontos, não ter a cota da Série A. A gente já sabia da grande dificuldade. Mas as coisas não estão fluindo. Estamos treinando bastante e lutando até o final, mas infelizmente não está encaixando uma jogada para sair o gol e dar tranquilidade. E em lance de contra-ataque ou bola parada, como foi em último jogo, a gente sofre um gol e gera mais pressão e cobrança. Mas é continuar trabalhando. Todo mundo sabe da dificuldade que seria e quem não sabia está vendo aí”, lamentou o experiente goleiro ao canal Premiere.

Com a derrota para o Avaí, o Cruzeiro estaciona nos oito pontos e aparece, momentaneamente na 15ª colocação. O problema fica maior caso Oeste ou CSA vencerem os seus jogos neste sábado. Se isso acontecer, o time celeste termina a rodada na zona do rebaixamento.

Fábio comentou também a pressão da torcida neste momento ruim do clube. Segundo o goleiro, a pressão reflete os resultados ruins, mas alertou para o impacto que ela pode ter sobre os jovens que fazem parte do elenco.

“A pressão é toda nossa, dentro da competição, para subir. Mais pressão ainda vinda do torcedor. O torcedor está vendo a realidade. É só querer enxergar. O Cruzeiro vem de uma situação muito delicada financeiramente, a maioria dos jogadores é nova. A gente está tentando, é uma responsabilidade gigantesca para todo mundo, mas principalmente para eles (jovens) que estão entrando. Para alguns é a primeira competição importante. Se o torcedor não enxergar isso, vai trazer mais pressão. Eu e os mais experientes já estamos acostumados a tomar porrada, mas vestir a camisa do Cruzeiro é pressão e alguns estão tendo essa oportunidade nessa Série B, e a obrigação é toda nossa para subir”, declarou.

Depois de duas derrotas seguidas, o Cruzeiro terá um tempo razoável para se preparar e consertar os erros. A equipe volta a campo apenas na próxima quarta-feira, às 19h15 (de Brasília), quando os comandados de Ney Franco recebem a Ponte Preta no Mineirão.

Fonte: FOX Sports

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *