A musicalidade de Marcos Farias no 5º vídeo do Teatro Deodoro é o Maior Barato Edição Especial

Diteal

“Viver pede atitude, mudar pede coragem, cultivar os sonhos, recriar o mundo, partilhar, cooperar. A vida pede passagem”, diz um trecho da música Solitude e Coragem, do cantor e compositor, Marcos Farias.

A canção é apresentada no 5º vídeo do projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato Edição Especial, lançado nesta quinta-feira (15/10), no canal do Teatro Deodoro no Youtube, disponível pelo link: https://www.youtube.com/watch?v=vFESMKCOras

O vídeo inicia com depoimento do historiador e escritor, Geraldo de Majella, falando sobre o trabalho do músico. “O Marcos é uma espécie de mineiro alagoano e significa que, ele foi, durante toda a sua juventude, influenciado por mineiros, como Milton Nascimento, Lô Borges, por toda essa geração de cantores e compositores mineiros. O Marcos vem dessa linhagem, só que com música e identidade genuinamente alagoanas. A composição do Marcos é quase que praieira e alagoana. Ele pega a poesia de vários alagoanos e dá a musicalidade, o que não é fácil. É um diferencial entre os cantores e compositores alagoanos”, observa.

O músico e produtor, Noberto Vinhas, também participa das entrevistas. “Marcos Farias é um compositor que carrega consigo a tradicionalidade da música brasileira com letras e significados muito próprios. Só quem conhece essa região sabe o que ele fala. Eu desejo tudo de bom”, disse Vinhas, que participou da gravação da música Maragogi, no CD O Tempo é Agora, de Marcos Farias, feita em homenagem ao seu pai.

Marcos Farias iniciou na música aos oito anos de idade, engajado em corais e grupos religiosos. Em 1990, participou da banda Vestindo a Carapuça e iniciou seu projeto autoral. Gravou seu primeiro CD EmCanto em 2011. O álbum traz importantes participações de Cláudio Venturini (14 Bis), Telo Borges (Clube da Esquina) e Carlos Bala (baterista). Em 2018, gravou o seu segundo CD O Tempo é Agora com músicas autorais e seletas parcerias de produtores musicais e artistas como Torcuato Mariano, Norberto Vinhas, Chau do Pife e Roberto Diamanso. Em 2019, gravou o EP Clara Água, trabalho melódico com arranjos contemporâneos que traduzem o sentimento das canções. Tem como grande influência a MPB, do Clube da Esquina, o rock progressivo, o jazz e o blues. Jackson do Pandeiro e Luiz Gonzaga são suas maiores referências na música regional.

Participou de importantes festivais da Música Popular Brasileira (MPB), como SESCANÇÃO Aracaju/SE – 2000; XVIII FAMPOP Avaré/SP, 2000; FEST SINHÁ DE MÚSICA Itumbiara/GO – 2000; FEMUSESC Maceió/AL, 2000; FEMUCIC Maringá/PR – 2001; FESTIVAL IBM – 2002; FEMUSESC Maceió/AL – 2004; e PROJETO PALCO ABERTO, edições de 2004 e 2018.

Em 2019, o artista foi selecionado no edital do 15º Quinta no Arena, quando lançou o seu álbum O Tempo é Agora e, em 2020, teve seu show Há Mares, Há Lagoas contemplado no 21º Teatro Deodoro é o Maior Barato. A apresentação seria em 03/06, mas foi adiada para 2021, assim como toda a programação do projeto este ano, por causa da pandemia da Covid-19.

Para contemplar os artistas com atividades este ano e levar arte ao público, a Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (Diteal) lançou uma edição especial online do projeto, na qual serão exibidas 13 vídeos, de 01/10 a 12/11, entre música, teatro e dança, de artistas e grupos alagoanos selecionados no edital de 2020.

“É uma satisfação fazer parte da 21ª edição do projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato, inclusive essa é a terceira vez que eu participo. Esse momento (a edição especial) é ímpar, porque, com a pandemia, tivemos que nos reinventar e, fizemos com toda a equipe da Diteal, esse formato. Foi muito criativo e muito bacana”, concluiu Marcos Farias.

No vídeo, Marcos Farias (voz e percussão), está acompanhado da banda composta por Silvano Queiroz (teclados e direção musical), Fabinho Oliveira (baixo), Alysson Paz (bateria), Jadson Lima (guitarra), Nyron Higor (violão aço) e Jailson Brito (sax).

Fonte: Diteal

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *