Ministério Público denuncia ex-presidente do Cruzeiro e outras oito pessoas

Entre as denúncias, estão lavagem de dinheiro, apropriação indébita, falsidade ideológica e organização criminosa

Reprodução

O Ministério Público de Minas Gerais denunciou nesta quinta-feira (15/10) três ex-dirigentes do Cruzeiro — Wagner Pires de Sá, Itair Machado e Sérgio Nonato — e mais seis pessoas envolvidas com o clube e com o futebol do estado. A denúncia será avaliada por um juiz, que pode aceitá-la ou não. As informações são do GE.

A denúncia trata de crimes como lavagem de dinheiro, apropriação indébita, falsidade ideológica e formação de organização criminosa. Segundo o MPMG, o prejuízo causado ao Cruzeiro é de cerca de R$ 6,5 milhões.

O Ministério Público pede a condenação dos investigados e que o clube seja indenizado, a título de dano moral coletivo, dano à imagem, com o pagamento do valor do prejuízo apurado.

Fonte: Metrópoles

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *