Polícia caça acusado de matar grávida e ameaçar filha adolescente

AME

Ana Paula morreu antes de receber atendimento médico

Uma mulher de 37 anos foi assassinada a facadas na tarde da última segunda (19) na localidade conhecida como Sítio Ladeira Grande, em Mar Vermelho, no interior de Alagoas. Ana Paula de Oliveira Santos, de 37 anos, estava no primeiro trimestre de gravidez e morreu após ser atingida por três facadas. Seu companheiro é o principal suspeito do crime.

As polícias Civil e Militar estão à procura do suspeito, que teria fugido do local com a ajuda de amigos. Segundo a família, Ana Paula e o companheiro mantinham um relacionamento conturbado e tinham três quatro filhos, sendo aguardado o quinto.

No dia do feminicídio, a mulher teria sido surpreendida sob uma árvore e golpeada três vezes. Após o crime, o assassino ainda teria ameaçado a filha de outro relacionamento de Ana Paula, uma adolescente de apenas 15 anos.

O caso está sendo acompanhado pela Associação de Acolhimento de Mulheres Vítimas de Violência (AME), que enviou ofício ao promotor da cidade pedindo a adoção de medidas em caráter de urgência. Os sete filhos da vítima estão recebendo acompanhamento psicológico e estão sob a custódia de parentes.

O delegado regional de Viçosa, Guilherme Sillero, informou que as diligências sobre o caso de feminicídio ocorrido na zona rural de Mar Vermelho começaram logo após o crime. Na terça-feira, juntamente com o Major Luciano, da Polícia Militar, deu continuidade aos trabalhos. A Polícia Civil já identificou o suspeito de ter praticado o crime.

Sobre os demais procedimentos, o delegado informou que as testemunhas já foram intimadas, o Boletim de Ocorrência já foi registrado. O escrivão estará na delegacia nesta quinta-feira (22) para ouvir o depoimento dos intimados e logo após irá representar na Justiça e, assim, pedir o mandado de prisão já que não há mais flagrante.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *