Alvo de operação, Collor diz que vai apurar motivação para buscas contra ele

reprodução/instagram

O senador Fernando Collor (Pros/AL) utilizou suas redes sociais para se manifestar sobre a operação Quinto Ato, deflagrada pela Polícia Federal e que cumpriu mandados de busca e apreensão em endereços ligados a ele. Em seu post, Collor afirma que “fui surpreendido hoje com este ato inusitado. Fizeram busca e nada apreenderam, até porque não tinha o que ser apreendido. Vou tentar apurar a razão deste fato de que fui vítima. Nada tenho a temer. Minha consciência está tranquila”.

A operação, segundo a PF, tem o objetivo de investigar esquema criminosa ocorrido entre os anos de 2014 e 1015, envolvendo pagamento de vantagens indevidas visando intervenção no Ibama para liberação do Porto Pontal Paraná. SAIBA MAIS.

Ainda de acordo com a investigação, bens de luxo pertencentes ao senador alagoano teriam sido pagos com a utilização de propina. Também, segundo a PF, há indícios de pagamento de dinheiro vivo. Foram expedidos 12 mandados de busca e apreensão. A Polícia Federal em Alagoas disse não poder confirmar se algum foi cumprido no Estado.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *