Prefeito alagoano confessa que cometeu crimes para beneficiar ex-aliado; Vídeo

O candidato a reeleição pelo município de União dos Palmares, na zona da Mata de Alagoas, Kil Freitas (MDB) pode ter muito o que explicar à Justiça Eleitoral após discurso para eleitores na zona rural da cidade.

Ao tentar justificar o rompimento com seu vice, Zé Alfredo (PTB), postulante à prefeito da cidade, Kil acabou confessando ter cometido uma série de crimes para beneficiar seu ex-aliado. Segundo o prefeito, foram realizados pelo menos 100 contratos sem licitação.

“Ele me procurou e disse: Kil, eu sou político e queria a secretaria de ação social pra mim e mais alguns contratos para manter a minha base políticia. E aí eu cedi a secretaria de ação social e mais cem contratos”, disse em um trecho do vídeo. E continuou.

“Com pouco tempo depois ele voltou quando viu que eu estava fazendo calçamento lá da Santa Fé e disse: Kil, eu agora estou vendendo lá no posto (de combustível) paralelepípedo, areia e cimento. Eu disse: bora comprar, Zé! Tudo para não brigar”, justificou.

Além disso, ele confirma que autorizou a utilização de serviços na borracharia, panificação e supermercado, pertencentes a Zé Alfredo e família. Tudo sem licitação. “Pra você ver a ambição de uma pessoa que queria ser mair que a prefeitura e depois disso, saiu candidato a deputado contra a nossa vontade porque ele tinha um compromisso com meu candidato a deputado. E a partir daí, graças a Deus a gente rompeu”, argumenta.

O vídeo com o pronunciamento do prefeito rapidamente viralizou. Depois da repercussão, Freitas não se  pronunciou sobre o assunto. Confira vídeo abaixo:

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *