Matou a mãe, pai, irmã e avó para que não descobrissem uma mentira

Família pensava que o jovem estava se formando em um curso superior, mas Menhaz teria sido suspenso por más notas

Facebook

Um jovem matou quatro elementos da sua família para garantir que eles não descobririam que a sua vida era, afinal, uma mentira.

Menhaz Zaman matou, em primeiro lugar, a mãe, uma hora depois a avó. A seguir, foi jogar videojogos enquanto esperava, calmamente, que o pai e irmã chegassem aem casa. Todos eles morreram com um golpe na garganta.

O crime aconteceu em julho de 2019, um dia antes do jovem concluir o ensino superior, com uma licenciatura em engenharia, pela universidade de York, no Canadá. Ou pelo menos, assim pensava a sua família.

Segundo conta o Mirror,

Menhaz

Zaman, de 24 anos, foi suspenso do curso devido às más notas que tinha e passava os dias num centro comercial local, na academia e jogando videogame.

Após o crime, o jovem teria enviado uma mensagem aos seus amigos virtuais contando o que havia feito, algo que, segundo o mesmo, já estava sendo planejado há três anos, e embora se sentisse um ser humano patético e covarde, enfatizava que o medo e nervosismo tinham chegado ao fim naquele momento.

No mês passado, o suspeito foi considerado culpado pelo homicídio em segundo grau da mãe e em primeiro grau da avó, pai e irmã e, nesta segunda-feira, conheceu a sua sentença. O tribunal decidiu decretar uma pena de prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional durante 40 anos pelos quatro homicídios.

Fonte: Notícias ao Minuto

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *