Diego Souza e Pepê brilham, e Grêmio confirma vaga na semifinal com vitória tranquila sobre o Cuiabá

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O Grêmio recebeu o Cuiabá em Porto Alegre nesta quarta-feira (18), em partida válida pela volta das quartas de final da Copa do Brasil, e não encontrou problemas para confirmar sua vaga na fase seguinte com vitória por 2 a 0, deixando o placar agregado em 4 a 1. A dupla Pepê-Diego Souza deu show com, respectivamente, duas assistências e dois gols no primeiro tempo.

No jogo de ida, realizado em 11 de novembro na Arena Pantanal, o time gaúcho saiu vitorioso por 2 a 1, com gols de Diego Souza e Jean Pyerre, enquanto Willians diminuiu para o Cuiabá. O clube mato-grossense criticou muito a arbitragem e o VAR após o apito final.

O time classificado agora aguarda a definição entre São Paulo e Flamengo para conhecer seu próximo adversário – estes se enfrentam também nesta quarta-feira (18), às 21h30 (de Brasília).

Além da classificação, o clube também comemora um recorde na Copa do Brasil. Com o jogo de hoje, o Grêmio passa a ser o time com mais compromissos pela competição. São 187 no total, desempatando com o Vasco. Sem contar que garantiu com a vitória mais dois jogos pela semi. Agora, a caça é pelo recorde de títulos, que pode igualar com o Cruzeiro (em seis) se vencer esta edição.

Com a eliminação do Cuiabá (do treinador estreante Allan Aal), o Mato Grosso segue sem um representante em semifinal de Copa do Brasil na história. Além disso, agora resta ao América-MG a oportunidade de representar a Série B na próxima fase – feito que não acontece desde 2007. O América encara outro gaúcho, o Internacional, ainda nesta quarta-feira (às 21h30).

DOMÍNIO GAÚCHO NA PRIMEIRA ETAPA

O Grêmio decidiu mostrar quem mandava em casa e começou a partida com pressão.

O primeiro gol não demorou a sair. Logo aos 10 minutos, Diego Souza recebeu cruzamento perfeito de Pepê e não encontrou dificuldade para abrir o placar. Na sequência, a mesma jogada funcionou e Pepê deixou Diego novamente em boa situação, mas, desta vez, o atacante perdeu grande chance.

Após mais 10 minutos, o Grêmio balançou as redes mais uma vez com Diego Souza, mas o lance foi invalidado por impedimento claro de Matheus Henrique no lance.

A imagem da bandeira subindo, anulando gol do Grêmio, se repetiu aos 24 minutos. Jean Pyerre cobrou falta na área e David Braz, muito adiantado, cabeceou ao gol.

Willians quase deixou o Cuiabá com um ao menos pouco depois minutos após levar caneta desconcertante de Darlan, ao chegar forte no mesmo jogador, mas o juiz aliviou e deu só amarelo.

O torcedor do Grêmio ainda pediu pênalti em lance aos 39 minutos, quando Hayner tocou com o braço na bola, mas o VAR rapidamente avaliou que não houve irregularidade.

Mas sem problemas, porque dois minutos depois a dupla Pepê-Diego Souza fez estrago novamente. O Grêmio puxou contra-ataque veloz, e o ponta encontrou o centroavante sozinho entrando na área para ampliar.

SEGUNDA ETAPA

Uma das melhores chances do Cuiabá na partida veio em bola parada na frente da área, aos 9 minutos da segunda etapa, mas Élvis, de muito perto, deixou a bola na barreira tricolor.

Mas mesmo com um ritmo mais tranquilo, o Grêmio voltou a ameaçar, primeiro com chute de fora da área de Jean Pyerre para grande defesa de João Carlos.

O árbitro voltou a ouvir a cabine do VAR aos 15 minutos, analisando um possível toque irregular de Geromel com o braço após chute de Maxwell no que seria pênalti para o Cuiabá, mas o jogo seguiu.

Já depois dos 30 minutos, Pepê teve duas boas oportunidades para deixar o dele, uma aos 33, quando não alcançou rebote de João Carlos, e aos 42, quando foi lançado por Lucas Silva e saiu de frente para o goleiro adversário, errando o alvo em chute rasteiro.

Fonte: ESPN

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *