Detentos são suspeitos de trocarem máscaras entre si para serem infectados pela Covid-19

Recentemente foi noticiado que 12 detentos da delegacia de Presidente Figueiredo, distante a 127 quilômetros da capital, foram diagnosticados com o novo coronavírus (Covid-19). Entretanto, a história pode ter outras versões.

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) suspeita que os detentos tenham causado o respectivo surte forma intencional. A Polícia Civil investiga a denúncia de que os detentos estariam compartilhando máscaras entre si para serem infectados e, assim, terem prisão domiciliar concedida.

Desde a semana passada, 12 presos da 37ª Delegacia Integrada de Polícia (DIP) da cidade testaram positivo para a Covid-19. Oito receberam o benefício da prisão domiciliar e quatro estão em isolamento na própria unidade. Ainda há outros 24 casos em isolamento no distrito policial.

O juiz Roger Luiz Paz de Almeida, da Vara Única da Comarca de Presidente Figueiredo, informou que vem analisando com maior rigor os novos pedidos de concessão do benefício de prisão domiciliar por conta da situação.

“Alguns detentos, de forma proposital, estavam se contaminando pra poder fazer jus a esse benefício. O juízo, então, enviou comunicado à secretaria que trata da Vigilância Sanitária pra pedir uma intervenção na delegacia, para que nós pudéssemos apurar em que circunstâncias essas contaminações estavam ocorrendo”, disse.

O boletim epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) aponta que o estado registrou 799 novos casos da doença na última terça-feira (24).

Destes, 775 foram detectados por testes rápidos, sendo 308 na capital e 467 no interior, que identificam os anticorpos, a maioria dos quais casos antigos que podem ter ocorrido no pico da pandemia, com data de início dos sintomas entre, pelo menos, oito e 180 dias ou mais das primeiras manifestações da doença.

Outros 24 foram detectados por RT-PCR, o qual aponta casos novos que estão entre o 3º e 6º dias da doença. Do total de casos detectados por RT-PCR, 22 são na capital e dois do interior, totalizando 174.579 casos da doença no estado.

Dos 174.579 casos confirmados no Amazonas, 69.219 são de Manaus e 105.360 do interior.

Fonte: Portal Tucumã

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *