Usina é interditada e multada em mais de R$ 300 mil por derramamento de melaço no Rio Jequiá

Destroços do tanque de 1.500 m³ de capacidade. Foto: Fiscalização IMA

A empresa Industrial Porto Rico foi multada e interditada pelo Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) após o rompimento de um reservatório, que resultou no derramamento de melaço no Rio Jequiá.

Logo após o rompimento do tanque de 1.500m³, os fiscais do órgão ambiental estadual e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) estiveram no local para coletar amostras da água que foram enviadas para análise no laboratório da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Ainda conforme dados do IMA/AL, o melaço percorreu 18 quilômetros do rio e causou mortandade de peixes.  Durante análise prévia, os técnicos constataram alta concentração de fósforo, potássio e outros metais na água, por conta do melaço.  A drenagem para águas pluviais está cessada, a fim de evitar maior volume de vazamento.

Por causa do derramamento do melaço, a empresa foi interditada e autuada em R$ 33.264,53 por atividade potencial poluidora sem licenciamento ambiental. Além disso, foi multada em R$ 305.018,29 por provocar acidente de derramamento de melaço em corpo hídrico e solo exposto.

O empreendimento está intimado apresentar relatório sobre as causas do acidente e as medidas de mitigação imediata do vazamento, no prazo de 10 dias.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *