Vacina de Oxford-AstraZeneca chegará a Alagoas em janeiro

Profissionais de saúde da chamada linha de frente terão prioridade na imunização

A Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas deve apresentar até a próxima semana o Plano Estadual de Imunização contra a Covid-19. Em fase final, agora a Sesau aguarda que o Ministério da Saúde apresente o cronograma de encaminhamento das primeiras vacinas que chegarão no Estado para então apresentar a logística da vacinação aos gestores municipais e sociedade.

Em entrevista coletiva à imprensa, nesta terça-feira, 12, o secretário de Saúde, Alexandre Ayres, disse que a comissão de acompanhamento decidiu que dentre os 85 mil profissionais de saúde terão prioridade aqueles que estão na linha de frente da Covid-19 nos hospitais públicos.

Seguindo a ordem de prioridade estão os profissionais de saúde de hospitais filantrópicos e depois aqueles da rede privada. Também serão imunizados inicialmente os profissionais de saúde considerados autônomos, a exemplo dos cuidadores e doulas. Os funcionários de funerárias também foram incluídos neste grupo prioritário.

Questionado sobre a elaboração do plano o secretário enfatizou que foi estudado por profissionais da área. “Esse plano foi feiro a quatro mãos. Desde o início a gente tem priorizado a ciência, apenas com alguns regramentos extraídos do plano nacional de imunização, mas a ideia é que a gente desse muita transparência. Por isso, de forma inovadora, nós criamos a comissão de acompanhamento”, ressaltou.

O secretário conta que recebeu técnicos do Ministério da Saúde, na semana passada, e estes confirmaram a chegada das vacinas para o Estado. O governo também enfatiza que tem seringas e insumos suficientes para realizar a imunização e já trabalhando para ampliar a rede. “Nós estamos estruturando uma rede de frios em Arapiraca para que a gente possa ter essa condição também, na segunda macro região de saúde, de maneira organizada e transparente. A gente tem contado os dias para que esse imunizante chegue”, enfatizou Ayres.

Vacinas

O secretário também esclareceu que a primeira vacina que chegará a Alagoas é a do  laboratório britânico AstraZeneca, desenvolvida pela Universidade de Oxford, ofertadas em duas doses. A expectativa é que ela chegue no final deste mês e que até o final do ano a população seja imunizada.

A segunda vacina prevista para chegar a Alagoas é a Coronavac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Esta deve chegar entre março e abril. O secretário ainda destacou que o governo do Estado de preparou para adquirir suas próprias doses, caso o Governo Federal não a realizasse.

Além dos profissionais de saúde, indígenas e profissionais da Educação também devem ser priorizados.

 

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *