CBTU e Prefeitura discutem projeto de expansão do VLT em Maceió

O superintendente de Trens Urbanos de Maceió, Carlos Jorge, recebeu na sede da CBTU Maceió, nesta terça-feira, 12, o prefeito de Maceió, JHC, para tratarem de ações de melhorias na mobilidade urbana de Maceió, em especial o projeto de ampliação da malha ferroviária do VLT que levará o transporte de trens até próximo o Maceió Shopping, em Mangabeiras. 

Ascom CBTU

CBTU e Prefeitura discutem projeto de expansão do VLT em Maceió

O projeto de expansão Maceió Shopping está em andamento há dois anos. Com a implantação de 3,7 km de malha ferroviária, segundo os estudos preliminares, o VLT passará de 12 mil pessoas transportadas ao dia para 40 mil usuários, e contará com três novas estações.

Carlos Jorge apresentou ao prefeito todos os benefícios que a expansão vai trazer para a cidade e pediu o apoio para as desapropriações necessárias e as licenças ambientais de responsabilidade do Município de Maceió.

Para o superintendente da CBTU, “o  VLT é um meio de transporte econômico, mais barato e comporta num único veículo o equivalente a dez ônibus, uma opção viável para ampliar e melhorar o trânsito da cidade. É um transporte público mais sustentável que também pode contribuir com a questão ambiental, redução de gases poluentes na atmosfera, e precisa ser considerado no planejamento estratégico de Maceió”, argumenta. 

Segundo Carlos Jorge, “Maceíó vive uma situação delicada com o afundamento de bairros decorrente da exploração de minas subterrâneas pela Braskem. Com o desastre, a expansão de linhas férreas na cidade é fundamental para sanar os iminentes gargalos nas vias rodoviárias arteriais,   o que torna ainda mais urgente o investimento nesse tipo de transporte coletivo”. 

De acordo com o prefeito JHC,  “a mobilidade urbana é um assunto urgente. Por isso, é tão importante esse contato. A CBTU nos apresentou uma proposta de expansão da malha ferroviária até o Maceió Shopping e, no futuro, a parte alta da cidade. Ela terá 3 novas estações, garantindo acesso de mais 40 mil passageiros, gerando emprego e renda. Algo muito importante para Maceió”, disse. 

Na reunião também estiveram presentes o secretário de Governo, Francisco Salles, o secretário de Desenvolvimento Sustentável, Pedro Vieira,  o secretário de Trabalho, Carlos Ronalsa, e o coordenador do Gabinete de Gestão Integrada para tratar do problema do afundamento do solo, Ronnie Mota, além da gerente de operação da CBTU Maceió, Morgana Moraes, e o coordenador de Acompanhamento de Obras, Flávio Da Mata.

Fonte: Ascom CBTU/AL

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *