Mulher de 27 anos morre após usar remédio para emagrecer; polícia investiga

A recepcionista Bartira da Silva Gonçalves, de 27 anos, morreu no sábado (23), em Feira de Santana, cidade a 100 quilômetros de Salvador. De acordo com familiares, a morte foi causada por um remédio para emagrecer. A Polícia Civil investiga o caso.

Bartira da Silva Gonçalves, morreu por volta das 18h30, na policlínica do bairro George Américo. De acordo com a polícia, familiares relataram que a jovem passou mal após tomar algumas cápsulas verdes de um produto emagrecedor, o qual ela fazia uso.

Segundo os familiares, Bartira teria desmaiado e ficado roxa após ter aumentado o número de cápsulas no sábado. Ela foi socorrida e levada para a policlínica, onde não resistiu.

O delegado Fabrício Linard, que estava no Plantão Regional realizou o levantamento cadavérico e disse que o fato é tratado como morte a esclarecer.

A principal linha de investigação aponta que o medicamento causou a morte da jovem, mas não descarta outra possibilidade. A polícia tenta descobrir qual é o medicamento e aguarda o resultado da perícia para tentar elucidar o óbito.

Fonte: G1

Veja Mais

Deixe um comentário