Mulher de 60 anos é sequestrada, estuprada e mantida sedada dentro do carro

Sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no Recife — Foto: Dyanne Melo/TV Globo

Uma mulher de 60 anos foi sequestrada e estuprada em Carpina, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Levada no próprio carro e sedada, ela ficou refém por várias horas, segundo a Polícia Civil. A corporação informou que prendeu em flagrante um suspeito de praticar os crimes.

O sequestro ocorreu no início da tarde segunda-feira (10), em Carpina. O caso foi finalizado seis horas depois de a polícia ter sido informada. Uma equipe de operações especiais foi mobilizada.

Por meio de nota, divulgada nesta terça (11), a polícia informou que a vítima do sequestro foi liberada pelo bandido na Zona Rural de Paudalho, na mesma região.

Ainda de acordo com a corporação, o criminoso chegou a pedir resgate para a família. A quantia exigida por ele não foi entregue. A polícia não divulgou o valor.

Localizada dentro do caro por policias militares, ela seguiu para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Paudalho.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, depois de alta hospitalar, “a vítima relatou que foi vulnerabilizada com a ingestão de medicamentos controlados e acariciada em suas partes íntimas pelo sequestrador”.

A Polícia Civil informou que a prisão foi feita por uma equipe do Grupo de Operações Especiais (GOE), coordenada pelo delegado Paulo Berenguer, em Paudalho.

O homem, de 41 anos, foi autuado por extorsão mediante sequestro e estupro. Ele seguiu para a audiência de custódia, que confirmou a prisão preventiva.

Abordagem

Também por meio de nota, a PM informou que uma equipe do 2ª Batalhão foi acionada para atuar na ocorrência.

A PM informou que a mulher, que não teve o nome divulgado, foi abordada e levada por bandidos no próprio veículo, um Ônix azul, ao sair de uma loja, em Carpina.

Os PMs passaram a fazer rondas na região. Uma equipe de Paudalho foi acionada e, com a ajuda de moradores da área, encontrou o veículo na estrada que dá acesso à Usina Mussurepe.

Quando os policiais chegaram ao local, a vítima ainda estava no carro “sedada pelos bandidos”, segundo a PM. A corporação disse, ainda, que havia um veículo de apoio.

Fonte: G1

Veja Mais

Deixe um comentário