Aquarelista alagoana expõe obra em Londres

A arapiraquense Margíria Mércia passou a pintar após descobrir um câncer de mama e teve obra reconhecida por galeria inglesa

O tempo parece vir passando em outra velocidade para a arquiteta arapiraquense Margíria Mércia França. No ano passado, ela descobriu um câncer de mama. Passou por uma cirurgia, iniciou tratamento, se tornou aquarelista e fez uma exposição beneficente. Tudo isso, em um intervalo de cerca de três meses.

Menos de um ano depois, a artista está curada e tem uma de suas obras exposta internacionalmente na mostra Awakening to Reality, ou, Despertar para a Realidade, organizada pela galeria inglesa SKT Spaces, em Londres.

A exposição física e on line reúne obras de 12 artistas emergentes de várias partes do mundo e Margíria é a única brasileira da coletiva.

A curadoria descobriu seu trabalho logo após a mostra “Por Elas”, realizada entre outubro e novembro de 2020, em Maceió, cuja renda foi revertida para o Grupo Renascer, ong que ajuda mulheres em tratamento do câncer de mama.

A aquarela intitulada “Resistindo à Adversidade” retrata um cacto florescido em meio ao sertão alagoano. A cor e a delicadeza da técnica de aquarela contrastam com a aridez da paisagem tipicamente nordestina.

A peça faz parte da série com mais de 300 aquarelas da artista, pintadas em um breve espaço de tempo entre o diagnóstico e a cirurgia. O que surgiu como um escape para a mente, se tornou um trabalho artístico reconhecido. Para Margíria, ser selecionada para uma mostra internacional foi mais uma grande surpresa.

“Eles descobriram meu trabalho através do Instagram @aquarelasporelas, onde coloquei à venda as peças da mostra e várias outras pinturas. Uma pessoa de Londres entrou em contato por direct e adquiriu a minha ilustração Resistindo à Adversidade, que enviei pelo Correio. Depois descobri que eram os curadores da galeria, quando me convidaram para a mostra”, conta com entusiasmo.

A mostra física Awakening to Reality se encerra agora em junho, mas todas as peças estão expostas on line pela loja virtual da galeria, pelo site www.sktspaces.com/atr-catalogue . A exibição de sua obra em Londres também tem chamado a atenção de outros espaços de arte pelo mundo. Margíria conta que recebeu o convite para participar de uma outra coletiva, desta vez em uma galeria de Nova York.

“Ainda não tenho certeza se vou conseguir participar desta exposição nos Estados Unidos, devido aos custos envolvidos. Mas sem dúvidas é um grande presente poder ver que a minha arte, nascida em meio a um momento tão difícil, esteja sendo admirada mundo afora. Minha felicidade é imensa e seguirei pintando”, encerra a sorridente artista.

 

Fonte: Assessoria

Veja Mais

Deixe um comentário