Aglomeração com cerca de 150 pessoas é interrompida por fiscalização em Contagem

Festa comercial foi convocada pelas redes sociais e aconteceu em sítio particular no bairro Liberdade

Aglomeração foi rapidamente dispersada — Foto: Divulgação/Guarda Civil Municipal de Contagem

A fiscalização de Contagem, na Grande BH, interrompeu uma festa que reunia cerca de 150 pessoas em um sítio localizado no bairro Liberdade na noite deste sábado (19). Era um evento comercial, que cobrava ingresso, e se chamava “Festa das Patroas”.

A festa foi convocada por meio das redes sociais e aconteceu em um sítio particular, alugado para a realização do evento. A fiscalização foi informada por meio de denúncia anônima.

A Guarda Civil Municipal confirma que era uma festa comercial, mas o valor do ingresso não foi informado. Há suspeitas de que se tratava de um evento com prostituição.

O local não tinha alvará de funcionamento. A responsável foi localizada e notificada. A mulher terá que prestar esclarecimentos junto à fiscalização, apresentando o contrato de locação e outras documentações, para que sejam definidas as punições a serem aplicadas.

Nenhum dos convidados utilizava máscara ou respeitava o distanciamento social. A festa contava até com a apresentação de um DJ.

O evento foi dispersado com facilidade com a chegada da fiscalização. Nenhum ilícito foi encontrado no local onde a festa era realizada.

A fiscalização de Contagem, na Grande BH, interrompeu uma festa que reunia cerca de 150 pessoas em um sítio localizado no bairro Liberdade na noite deste sábado (19). Era um evento comercial, que cobrava ingresso, e se chamava “Festa das Patroas”.

A festa foi convocada por meio das redes sociais e aconteceu em um sítio particular, alugado para a realização do evento. A fiscalização foi informada por meio de denúncia anônima.

A Guarda Civil Municipal confirma que era uma festa comercial, mas o valor do ingresso não foi informado. Há suspeitas de que se tratava de um evento com prostituição.

O local não tinha alvará de funcionamento. A responsável foi localizada e notificada. A mulher terá que prestar esclarecimentos junto à fiscalização, apresentando o contrato de locação e outras documentações, para que sejam definidas as punições a serem aplicadas.

Nenhum dos convidados utilizava máscara ou respeitava o distanciamento social. A festa contava até com a apresentação de um DJ.

O evento foi dispersado com facilidade com a chegada da fiscalização. Nenhum ilícito foi encontrado no local onde a festa era realizada.

Fonte: G1

Veja Mais

Deixe um comentário