Padrasto de Rhaniel Pedro é preso suspeito de estupro

O delegado de Homicídios, Ronilson Medeiros também investiga se a principal versão apresentada pela família no caso Rhaniel é verdadeira.

Ascom PC/AL

Equipe da Delegacia de Homicídios durante prisão no Clima Bom – DHPP

A Polícia Civil de Alagas prendeu nesta segunda-feira, 21, o padrasto de Rhaniel Pedro Laurentino da Silva, de 10 anos, cujo corpo foi encontrado no dia 13 de maio, em uma rua no bairro Clima Bom. Ele é suspeito de estuprar a prima de Rhaniel, uma menina de 12 anos.

A prisão ocorreu no decorrer das investigações sobre a morte de Rhaniel, mas segundo a Polícia Civil, não há relação entre os crimes, inicialmente. O suspeito estava no Clima Bom quando recebeu voz de prisão. Ele foi encaminhado à Delegacia de Crimes Contra a Criança e o Adolescente, que irá investigar o estupro.

O suspeito negou as acusações, mas assumiu ter assediado a menina por meio de aplicativo de mensagens.

Polícia investiga se Rhaniel saiu de casa

Quanto ao caso Rhaniel, a Polícia Civil segue com as investigações em sigilo. O crime está sendo investigado pelo delegado Bruno Emílio. No entanto, durante entrevista às emissoras de TV de Alagoas, o coordenador da Delegacia de Homicídios, delegado Ronilson Medeiros, disse que o padrasto de Rhaniel estuprou a menina, após duas tentativas frustradas e disse também que a menina contou que o primo Rhaniel estava na mesma casa, no dia do estupro.

O delegado conta que a partir desta informação, constatou que há contradições em depoimentos e nos fatos narrados. A polícia investiga se realmente o garoto saiu de casa para ir ao reforço escolar, já que ninguém o viu saindo da sua residência naquela manhã e a única testemunha que afirmara isso voltou atrás no depoimento.

Agora, a polícia está realizando novas buscas por indícios de crime dentro da residência onde o garoto morava.

Relembre o caso:

Família procura garoto que desapareceu a caminho do reforço escolar

Menino que desapareceu a caminho do reforço escolar é encontrado morto

Caso Rhaniel: Perícia entrega laudo da necropsia à Polícia Civil em até dez dias

Caso Rhaniel: sem registro de câmeras, polícia conta com a população para prender assassino

Veja Mais

Deixe um comentário