Vereador Joãozinho denuncia ao MP que Lei de Acesso à Informação não está sendo respeitada pela prefeitura de Maceió

O vereador Joãozinho (Podemos) falou, na sessão dessa terça-feira (22), sobre sua visita ao Ministério Público do Estado de Alagoas (MPAL), onde denunciou que a Prefeitura de Maceió não está respeitando a Lei de Acesso à Informação.

“É inadmissível nos dias de hoje, que qualquer pessoa tente se informar através da Lei de Acesso à Informação e o Poder Municipal não responda, ou quando responde é em tom de deboche ou com falta de respeito”, disse o vereador.

Joãozinho vai entrar com um mandado de segurança para ter acesso as informações. “A principal prerrogativa de um vereador é fiscalizar o poder municipal”.

Turismo

O líder do Podemos na Câmara também denunciou que a Prefeitura de Maceió perdeu um convênio de R$ 200 mil, recursos para serem investidos na divulgação do Experimente Maceió, campanha que tem o objetivo de divulgar o turismo na capital de Alagoas.

“Ano passado, a deputada federal Tereza Nelma conseguiu encaminhar 100 mil reais e o senador Rodrigo Cunha também destinou 100 mil reais. Pasmem, a prefeitura de Maceió perdeu R$ 200 mil de emenda, está no diário oficial do dia 6 de abril de 2021, a publicação do final do convênio”, contou o vereador.

Ao final de sua fala, Joãozinho também cobrou a falta de fraldas na Farmac, a farmácia da Prefeitura de Maceió e disse que espera uma resposta do poder municipal.

Fonte: Ascom

Veja Mais

Deixe um comentário