Acusado de matar padrasto é indiciado por tentativa de latrocínio em Craíbas

Ascom PC/AL

A Polícia Civil de Alagoas elucidou mais um crime ocorrido recentemente no Agreste alagoano. Nesta terça-feira (22), o delegado Guilherme Iusten concluiu e enviou à Justiça o inquérito policial que apurou o crime de tentativa de latrocínio registrado numa estrada vicinal, perto do lixão do município de Craíbas, no dia 27 de abril deste ano, por volta de 01h da madrugada.

Na ocasião, um jovem de 26 anos de idade, agora indiciado, fingindo ser amigo da vítima conseguiu atraí-la para um local desabitado com a finalidade de roubar-lhe a motocicleta.

“Chegando ao local, o indiciado desferiu vários golpes de arma branca no pescoço da vítima, na altura da garganta, e, em seguida, conseguiu roubar a moto e fugiu da cidade de Craíbas”, disse o delegado.

Vários dias depois, a moto foi encontrada na cidade de Penedo/AL, enquanto a vítima, um homem de 33 anos de idade, ainda se encontrava internada no Hospital de Emergência de Arapiraca, onde foi submetida a algumas cirurgias em decorrência das lesões sofridas durante o roubo.

Constam nos autos do inquérito que o indiciado só não consumou o crime de latrocínio porque um veículo apareceu e aproximou-se do local do fato, momento em que o autor do crime roubou a moto e fugiu.

A pessoa que passava pelo local, conforme foi apurado, prestou socorro à vítima, que perdeu bastante sangue em consequência dos ferimentos no pescoço, mas, conseguiu sobreviver após passar por várias cirurgias.

Durante as investigações, verificou-se que o autor do crime é considerado pessoa de altíssima periculosidade, pois já assassinou o próprio padrasto na zona rural de Craíbas, em 15 de setembro de 2013, e, embora foragido, foi identificado e indiciado, desta vez, pela prática do crime de latrocínio tentado, considerado crime hediondo, cuja pena é de reclusão de 20 a 30 anos e multa.

Veja Mais

Deixe um comentário