Homem preso suspeito de estuprar mulheres em SP escolhia vítimas em aplicativos de relacionamento

Vítimas tinham mais de 50 anos e eram dopadas com ansiolíticos. Ele foi preso na Zona Leste de SP, apresentou documentos falsos e tinha dois mandados de prisão em aberto.

Polícia Civil/Divulgação

Preso por dopar vítimas que eram roubadas em encontros marcados por sites levava remédios e corda

Um homem foi preso na manhã desta quarta-feira (15) em uma estação da CPTM na Zona Leste de São Paulo suspeito de utilizar aplicativos e sites de relacionamentos para escolher vítimas que eram dopadas, violentadas e roubadas na capital paulista.

A prisão foi feita por agentes do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) no momento que o criminoso tentava vender o celular roubado de uma das vítimas em um encontro realizado na segunda-feira (13).

A mulher, uma dona de casa de 68 anos, ficou desacordada por quase 20 horas depois de ser dopada durante o encontro e teve a residência, no Grajaú, na Zona Sul, roubada pelo criminoso, que tem 41 anos.

Com o suspeito preso nessa manhã também foram encontrados remédios ansiolíticos utilizados para dopar pessoas e outros petrechos, como faca, cordas e vaselina. O homem também apresentou documentos falsos. Ele tinha dois mandados de prisão em aberto por crimes semelhantes.

Conforme a investigação, o homem utilizava sites de relacionamento para escolher mulheres com idades a partir de 50 anos como vítimas.

A vítima de 68 anos foi dopada e violentada durante o encontro. Da casa dela, o homem roubou objetos de valores e o celular.

Fonte: G1

Veja Mais

Deixe um comentário