Defesa de ex-mulher de Bolsonaro avalia recurso para evitar depoimento à CPI

A defesa de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), avalia recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal) para que ela não seja obrigada a comparecer à CPI da Pandemia no Senado.

O requerimento que aprovou a convocação dela para prestar depoimento aos senadores foi aprovado nesta quarta-feira (15), durante depoimento do suposto lobista da Precisa Medicamentos Marconny Faria.

Pessoas que conhecem Ana Cristina Valle e a família do presidente Jair Bolsonaro disseram à CNN que o depoimento dela aos senadores pode ser uma “bomba-relógio” e com potencial para gerar “dor de cabeça”.

Fonte: CNN Brasil

Veja Mais

Deixe um comentário