Após anos longe, pai e filho emocionam com reencontro

Devido as restrições provocadas pela pandemia da Covid-19, o homem teve que se afastar do filho que é portador da Síndrome de Down.

Devido às restrições e o distanciamento social provocadas pela pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas foram impedidos de visitar amigos e parentes em todo canto do mundo e agora com o novo normal, as coisas estão voltando aos poucos.

A situação não foi diferente para um brasileiro que construiu sua família na Argentina voltou ao país natal para procurar emprego e consequentemente acabou ficando mais de um ano sem ver o filho de 9 anos.

Para o pequeno Lucas, que é portador da Síndrome de Down, era muito difícil ficar tanto tempo longe do pai, Nicolás. Depois de muitos meses de espera, o reencontro finalmente aconteceu.

Reprodução/Instagram

Tudo começou depois que Nicolás perdeu o emprego de cozinheiro no país vizinho e resolveu voltar, sozinho, para o Brasil em junho de 2020. Por aqui, ele se instalou em Curitiba, no Paraná, a quase 2 mil quilômetros de distância do filho, que mora em Córdova com a mãe.

Depois de meses trabalhando em restaurantes, o homem conseguiu recursos para dar mais conforto à família e decidiu voltar para a Argentina. O processo, no entanto, levou bem mais tempo do que ele imaginava.

Ao jornal argentino “El Doce”, Nicolás contou que poderia ter voltado bem antes, mas as empresas brasileiras cancelaram os voos por conta das recusas do governo argentino. E a única saída era pela Aerolineas Argentinas, mas os preços eram tão altos que ele não tinha condições de pagar.

“A passagem de Curitiba para Córdova custava mais de 100 mil pesos argentinos. Era o mesmo preço de ir para a Europa ou para os Estados Unidos”, disse. Depois dessa longa espera, o jovem conseguiu receber o abraço apertado do filho apenas nesta semana.

É com a abertura da fronteira terrestre entre os dois países, ele conseguiu pegar um ônibus de viagem com destino à Argentina. Um vídeo gravado pela família, mostra o reencontro de pai e filho. Lucas, sem acreditar que seu pai está na sua frente, não consegue disfarçar o tamanho da felicidade.

“Foi o momento mais emocionante da minha vida, foi a coisa mais linda!”, descreveu Nicolás sobre seu reencontro com Lucas. “Agora é isso, quero esquecer o que aconteceu e aproveitar”.

Fonte: DOL Com informações BHAZ

Veja Mais

Deixe um comentário