Família aponta ex-genro como autor de homicídio em cartório no Sertão de AL

Damiana Roberto Correia Mélo, 45 anos, morreu vítima de disparos de arma de fogo. Sua filha Dayrla Roberto Correia Mélo, 21 anos, ficou gravemente ferida

Reprodução / Redes Sociais

Dayrla e Damiana

A família de Damiana Roberto Correia Mélo, 45 anos, morta a tiros na manhã desta segunda-feira, 25, acredita que sabe quem é o autor do terrível crime ocorrido dentro de um cartório no município de Olivença, no Sertão alagoano.

Segundo publicações em redes sociais, a principal suspeita da família recai sobre o ex-namorado de Dayrla Roberto Correia Mélo, 21 anos, filha da vítima e que também ficou gravemente ferida no atentado. De acordo com a teoria, ela seria o alvo do atirador.

O homem apontado pelos parentes das vítimas teria 37 anos seria conhecido pelo apelido de “Tripa”. Ele não teria aceitado bem o término do relacionamento e ameaçado Dayrla Roberto outras vezes e por essa razão, a mãe costumava acompanhar a filha a todos os lugares.

Após o crime, o suspeito teria fugido e tomado destino ignorado. Agora a família pede para que quem souber informações de seu paradeiro que entre em contato com a polícia.

Reprodução / Facebook

Postagem da família

Damiana foi atingida na cabeça e Dayrla com pelo menos cinco disparos, na mão, ombro, abdômen e um de raspão na cabeça. A jovem está internada no Hospital Regional de Santana do Ipanema. Não há informações sobre o estado de saúde dela.

Com todas as informações, equipes policiais do 7º BPM e equipes da Polícia Civil (PC), fazem buscas na tentativa de localizar o suspeito.

Veja Mais

Deixe um comentário