Como organizar as finanças do seu negócio? 5 dicas essenciais

O crescimento do seu negócio depende muito de como você administra seus recursos. Para fazer isso bem, é essencial saber organizar as contas. Saiba como!

Como proprietário de uma empresa, uma de suas principais tarefas é garantir que suas finanças estejam em ordem, além de organizar as contas.

Se conseguir fazer isso, seu empreendimento será fonte de realizações – e não de dores de cabeça. Veja a seguir quais são as principais dicas para organizar as contas de sua empresa!

1. Busque conhecimento

O passo mais importante para qualquer empresário é educar-se. Ao compreender as habilidades básicas necessárias para administrar um negócio, você conseguirá criar condições para um futuro financeiro estável.

Claro que, você não precisará entender a fundo todas as operações. No entanto, é essencial conhecer tarefas simples de contabilidade, saber como solicitar um empréstimo ou compreender os relatórios financeiros e contábeis.

Nesse sentido, além de realizar cursos e leitura especializada, é imprescindível contar com o auxílio de profissionais da área contábil, para que consiga avaliar e organizar as contas de sua empresa.

2. Abra uma conta o seu negócio

Para organizar as contas de sua empresa, você precisa ter uma ótima gestão de tudo que entra e sai dela.
Abrir uma conta PJ digital para gerir os lucros da sua empresa tornará a medição de rentabilidade mais fácil e ajudará você a manter o controle adequado de seus pagamentos e recebimentos.

3. Invista seu dinheiro com inteligência

Principalmente no início do negócio, é importante dosar muito bem seus gastos, para que sua empresa não se afunde em dívidas.

Porém, além de controlar as dívidas, convém que você meça o retorno do investimento (ROI) de possíveis aquisições mais relevantes.

Assim, você terá uma ideia clara de quais investimentos fazem sentido e quais não valem a pena continuar.
Não avaliar o ROI significa, muitas vezes, perder dinheiro com gastos ruins. Seu contador pode ajudá-lo a calcular esse índice, para que você gaste seus recursos da melhor forma.

Outro ponto que deve ser observado é a possibilidade de optar por contratos de leasing Dessa maneira, você economiza com custos de manutenção e também evita gastar demais, em equipamentos necessários apenas por um período específico de tempo, por exemplo.

4. Tenha hábitos financeiros saudáveis
Estabelecer procedimentos internos, mesmo que sejam simples, pode ajudar e muito a proteger a saúde financeira de seu negócio. Sem contar que isso é essencial para evitar fraudes e minimizar riscos.

Alguns exemplos são:

  • Cotação com diferentes fornecedores antes da realização das compras;
  • Estabelecimento de dias específicos para pagamentos;
  • Workflow de aprovação de pagamentos.

Além disso, é essencial que sua empresa possua fluxo de caixa detalhado, de curto e longo prazo. Dessa forma, é possível acompanhar as finanças e identificar eventuais problemas de forma antecipada, além de ser um bom instrumento para controlar os custos.

5. Faça um planejamento

Quanto pode gastar este ano? Você tem o seu plano de negócios à mão para se certificar de que está atingindo seus objetivos e metas?

Talvez seja necessário mudar a destinação do seu dinheiro, ou fazer cortes para garantir a lucratividade em seus negócios.

Essa visão crítica só é possível com planejamento adequado. Além disso, elaborar um orçamento detalhado é muito importante para avaliar a necessidade de captação de recursos, de redução de custos, etc.
Alguns investimentos, apesar de representarem desembolsos, podem ajudá-lo a organizar as contas da sua empresa. Considere as seguintes opções:

Treinamento – Se você puder pagar, pode valer a pena investir em treinamento para você ou sua equipe.
É sempre bom manter-se informado sobre o que está acontecendo no setor em que sua empresa atua, além de apostar em algumas dicas e truques, para ajudar a ter um desempenho melhor no controle das finanças de seu negócio.

Esforços de marketing – Promova-se melhor. Essa é uma ótima estratégia para aumentar seu faturamento, e consequentemente, ter mais dinheiro para organizar as contas de sua empresa.
Comece fazendo uma pesquisa de mercado sobre como alcançar seu público-alvo. Isso permitirá que você analise as formas de como segmentar seu mercado.

Adoção de sistemas – É muito comum que empresas de menor porte optem por controlar suas receitas e despesas por meio de planilhas eletrônicas. No entanto, além de ser mais trabalhoso, você estará mais sujeito a erros e perda de informações.

Fonte: Assessoria

Veja Mais

Deixe um comentário