Após enterro da mãe, Bolsonaro vai a lotérica apostar na Mega-Sena e volta para Brasília

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a Brasília (DF) na manhã deste sábado (22), após viajar a Eldorado, no interior de São Paulo, para acompanhar o velório e o sepultamento da mãe, Olinda Bonturi Bolsonaro, que morreu aos 94 anos, na madrugada de sexta-feira (21). Antes, Bolsonaro foi a uma lotérica para apostar na Mega-Sena.

Bolsonaro viajou a Eldorado acompanhado da esposa, Michelle Bolsonaro, e de dois filhos: Flávio e Renan. O presidente chegou às pressas, após a interrupção de uma viagem internacional para o Suriname, de onde deveria seguir para a Guiana.

Neste sábado, por volta das 9h, Bolsonaro saiu da residência da família, onde passou a noite, falou com a imprensa e com alguns moradores. Ele estava acompanhado do filho Flávio. Na sequência, o presidente e o filho foram a uma lotérica da cidade, perto das 10h15, para apostar na Mega-Sena.

Pouco depois, às 10h50, o presidente, a família e a comitiva presidencial embarcaram em dois helicópteros com destino ao Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, onde pegaram outro voo para Brasília, por volta das 12h30. Não há agenda oficial para este fim de semana.

Velório e enterro
Olinda Bonturi Bolsonaro foi sepultada na tarde desta sexta-feira, no Cemitério Central de Eldorado. Ela estava internada desde segunda-feira (17) no Hospital São João, em Registro, e morreu após duas paradas cardiorrespiratórias, durante a madrugada.

A abertura do velório aconteceu por volta das 10h15, no salão paroquial da Igreja Nossa Senhora da Guia de Eldorado. Os cinco irmãos de Bolsonaro – Vânia, Solange, Denise, Renato e Ângelo – estiveram presentes durante a manhã no velório.

O presidente chegou às 15h15 a Eldorado. Durante o velório, Bolsonaro fez um breve discurso ao microfone. O vídeo com o depoimento foi postado em sua rede social.

“Percy Geraldo Bolsonaro, meu pai, nos deixou em 1985. Hoje, a senhora Olinda Bonturi, minha mãe, nos deixa. Um exemplo de mãe, de sete filhos. Um sofrimento muito grande se abateu para todos nós, em especial à dona Olinda, quando, na cidade de Ribeira, ela perdeu um filho. Não existe dor maior para nós do que perder um filho. A partida da minha mãe faz parte do ciclo natural da vida. Mas, mesmo assim, é difícil entender a morte. E, nesse momento, só peço ao nosso Deus todo misericordioso que conceda à minha mãe a vida eterna”, disse o presidente.

Por volta das 16h30, o velório foi encerrado e teve início o cortejo, a pé, que acompanhou o corpo até o Cemitério Central do município, onde o pai do presidente, Percy Geraldo Bolsonaro, também foi enterrado. Além da família, moradores da cidade participaram do cortejo.

Bolsonaro se mostrou emocionado durante todo o trajeto do cortejo. Já no cemitério, o presidente ajudou a carregar o caixão até a campa. Olinda foi sepultada às 17h.

Morte

 

O anúncio da morte da mãe foi feito pelo presidente em suas redes sociais. “Com pesar o passamento da minha querida mãe. Que Deus a acolha em sua infinita bondade”, escreveu ele no Twitter.

Olinda Bolsonaro estava internada no Hospital São João, em Registro, desde a última segunda-feira. Ela morava em Eldorado (SP), que fica a aproximadamente 52 quilômetros de distância de Registro e não conta com hospital de referência.

Bolsonato anuncia morte de sua mãe — Foto: Reprodução Twitter/Jair BolsonaroBolsonato anuncia morte de sua mãe — Foto: Reprodução Twitter/Jair Bolsonaro

Na mesma publicação em que anunciou a morte da mãe, Bolsonaro também afirmou que se preparava para voltar ao Brasil. Bolsonaro viajou na manhã desta quinta-feira (20) para Paramaribo, no Suriname, e chegou à cidade por volta das 12h, no horário de Brasília. Essa era a primeira parada de uma viagem que duraria dois dias, e também incluiria a Guiana.

Fonte: G1

Veja Mais

Deixe um comentário