Maceió inicia vacinação de crianças de 8 anos sem comorbidades

Secom Maceió

A Prefeitura de Maceió avança no calendário da imunização das crianças e inicia, ainda nesta terça-feira (25), a vacinação de crianças de 8 anos sem comorbidades. A vacinação pediátrica acontece nos quatro pontos fixos, que funcionam no Maceió Shopping (Mangabeiras), Praça Padre Cícero (Benedito Bentes), Terminal do Osman Loureiro (Clima Bom) e Papódromo (Vergel).

A vacinação para crianças de 5 a 11 anos é cercada de cuidados, com logística desenvolvida especialmente para elas. A vacina é aplicada em espaços temáticos e interativos para assegurar às crianças um ambiente acolhedor. Nos espaços, elas são recebidas por recreadores e, ao final da vacinação, recebem ‘Certificado de Coragem’ para lembrar os pequenos da importância desse momento.

A vacinação

Os quatro pontos de vacinação contam com salas climatizadas da Pfizer exclusivamente para a vacinação pediátrica, conforme orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Desde o início da vacinação pediátrica, em 17 de janeiro, Maceió vacinou 3.374 crianças, o que representa apenas 3,46% do público infantil. A Prefeitura tem dedicado o máximo esforço para ampliar a adesão à vacinação pediátrica, com funcionamento nos fins de semana para facilitar o acesso aos pais que trabalham durante a semana.

“O prefeito JHC tem feito todos os investimentos e esforços necessários para levar a imunização para toda a população. Todos os servidores estão empenhados em salvar vidas, mas isso só vai ser possível se as pessoas comparecerem aos pontos de vacinação, levarem seus filhos, seus sobrinhos, seus enteados. A eficácia e a segurança da vacina estão comprovadas pela Anvisa e a única consequência de não se imunizar é a piora dos casos”, alerta Moura.

Até o momento, a capital alagoana recebeu duas remessas de vacinas pediátricas da Pfizer, totalizando 11.530 doses do imunizante.

Público

Seguindo os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, a vacinação de crianças em Maceió começou com as crianças de 5 a 11 anos com deficiência permanente e/ou comorbidades e seguiu em ordem decrescente, vacinando, agora, também crianças de 11, 10, 9 e 8 anos sem comorbidades. As demais faixas de público serão anunciadas à medida que houver disponibilidade de doses.

Caso os pais não estejam presentes, é necessário o preenchimento do TERMO DE ASSENTIMENTO PARA ADMINISTRAÇÃO DA VACINA COMINARTY-PFIZER PEDIÁTRICA, além da cópia do documento de identificação do pai ou mãe, o qual ficará retido no ato da vacinação. Por fim, a caderneta de vacinação da criança e o CPF ou Cartão SUS.

Termo de assentimento para o público infantil de 5 a 11 anos

Caso a criança não tenha CPF ou Cartão do SUS será necessário apresentação da certidão de nascimento. Para as crianças com comorbidades, também será necessário apresentar a prescrição médica, que ficará retida no local da vacinação.

Salvo as crianças com comorbidades, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) não exigirá prescrição médica nem cadastro prévio para a vacinação de crianças que deverão estar obrigatoriamente acompanhadas pelos pais ou responsáveis e, na ausência destes, por adulto com declaração de autorização assinada pelos pais.

Fonte: SMS

Veja Mais

Deixe um comentário