Criança de 8 anos é atacada por tubarão em Fernando de Noronha

Ataque de tubarão ocorreu na Praia do Sueste, em Fernando de Noronha — Foto: Ana Clara Marinho/g1

Uma criança de 8 anos foi atacada por um tubarão na Praia do Sueste, em Fernando de Noronha, na manhã desta sexta-feira (28). A turista, que é de São Paulo, foi mordida na perna direita e socorrida, em uma maca colocada na caçamba de um carro, para o hospital da ilha.

O nome da vítima não foi divulgado. Ela estava com o pai na praia, que faz parte do Parque Nacional Marinho e foi interditada por tempo indeterminado após o ataque. A menina foi socorrida por monitores do Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio) até o Hospital São Lucas.

Em nota, a Administração da Ilha disse que a menina chegou em estado grave ao hospital. “Foram realizados todos os procedimentos necessários, incluindo transfusão sanguínea, para garantir a estabilidade da paciente”, disse o governo local, no texto.

Um avião de salvamento foi enviado a Noronha para fazer a transferência da paciente para o Recife, onde fica internada no Hospital Português. Com a criança a bordo, a aeronave equipada com uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea decolou do aeroporto da ilha às 15h,

A criança chegou ao Hospital Português por volta das 17h, em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A unidade de saúde disse que só vai divulgar informações sobre o estado de saúde da paciente se a família autorizar, o que não aconteceu até a última atualização desta reportagem.

Em nota, o ICMBio afirmou que se solidarizou com a criança e a família dela. Também disse que esse caso começou a ser investigado e que “ataques desse tipo são raros, havendo regramento quanto aos horários e locais permitidos para utilização da praia”.

g1 entrou em contato com a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) para saber se o Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit) foi acionado, quais os próximos passos da investigação desse caso mais recente e quantas crianças foram atacadas pelo animal no estado, mas não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem.

Fonte: G1

Veja Mais

Deixe um comentário