Mulher trans é morta com 11 tiros em bar na grande Belo Horizonte

Suspeito chegou acompanhado de 5 homens

Uma mulher trans foi morta, na madrugada deste domingo (17), em Caeté, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Reprodução / Arquivo Pessoal

Kelly Keyze foi executada com 11 disparos de arma de fogo.

De acordo com a Polícia Militar (PM), Kelly Keyze Rosa da Silva, de 32 anos, estava em um bar no bairro Emboabas. O suspeito, de 19, saiu de um matagal em frente ao estabelecimento acompanhado de 5 homens. Ele estava armado e surpreendeu a vítima com 11 disparos nas costas, pescoço, peito, nádegas e braço.

A polícia ainda procura por ele e pelos homens que o acompanhavam.

Vítima foi executada com vários disparos de arma de fogo na porta do bar. — Foto: Google Maps/ReproduçãoVítima foi executada com vários disparos de arma de fogo na porta do bar. — Foto: Google Maps/Reprodução

Ainda não se sabe a motivação do assassinato. A PM informou que ela não tinha passagem pela polícia. A Polícia Civil investiga o caso.

Fonte: g1

Veja Mais

Deixe um comentário