Acusado de matar mulher e exibir em rede social tentou contra a vida, diz família

Suspeito exibiu foto da companheira morta em sua rede social

A família do homem acusado de matar a facadas e exibir nas redes sociais a jovem Natália Andrade de Melo, de 22 anos, afirma que ele é dependente químico e paciente psiquiátrico. Uma irmã do acusado afirmou que após cometer o crime, o acusado teria ateado fogo em sua residência e tentado contra a própria vida.

O feminicídio ocorreu na última sexta (29), no Sítio Batingas, zona rural de Palmeira dos Índios. Natália morreu após ser atingida por vários golpes de arma branca. Após o crime, o suspeito ainda fotografou a companheira morta e exibiu a foto em sua rede social. RELEMBRE AQUI.

O casal vivia junto há pouco mais de dois meses e, segundo familiares, o relacionamento foi marcado por várias brigas. Natália deixa três filhas, com idades entre 6 e 7 anos.

Em entrevista à imprensa na manhã desta segunda (2), a mãe da Natália disse temer a liberação do acusado, sob a alegação de que ele não tinha consciência do que fazia.

Veja Mais

Deixe um comentário