Chuvas esperadas para o fim de semana aumentam risco de desastres naturais, diz Semarh

Ascom Samu

Atentos às previsões meteorológicas para este final de semana em Alagoas, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Alagoas e diversos outros órgãos públicos e privados foram convidados pela Defesa Civil Estadual para alinhar o Plano de Acionamento Interinstitucional. Com condições atmosféricas favoráveis à ocorrência de tempestades que poderão gerar acumulados significativos em toda Alagoas a partir da noite desta sexta-feira (20) até segunda-feira (23), aumentam as preocupações sobre os riscos de alagamentos e deslizamentos em áreas de encosta.

De acordo com a Sala de Alerta da Secretaria do Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Alagoas, a continuidade das chuvas aumenta o risco de desastres naturais. Somente neste final de semana, é esperada a precipitação de 200mm de chuva.

Apesar de já ter sido apresentado em abril o Plano de Acionamento Interinstitucional, documento que define a competência de cada órgão público e privado que integra o Sistema Estadual de Defesa Civil, a reunião visa realinhar o papel de cada instituição e alertar para os prováveis cenários.

Segundo o supervisor do Samu Alagoas, médico Jhonat Silva, as equipes das duas Centrais e das 35 Bases Descentralizadas do Serviço em todo o Estado já estão em alerta. “Mais do que nunca, nossos socorristas estão de prontidão para realizar qualquer tipo de atendimento às possíveis vítimas. Como já fazíamos parte do Plano de Acionamento Interinstitucional, nossas atribuições já estão bem definidas e estamos prontos para colocá-las em prática caso seja necessário”, ressaltou o supervisor geral do Samu Alagoas.

Para o coordenador geral da Defesa Civil de Alagoas, tenente coronel Moisés, o volume de chuva esperado é alarmante, mesmo dentro da quadra chuvosa. “Esperamos que boa parte dessa chuva possa cair sobre o oceano, mas se avançar para o nosso território como dizem as previsões, estamos a postos para acionar o plano de acordo com a situação que enfrentamos”, explicou o coordenador da Defesa Civil Estadual.

Além do Samu Alagoas, foram convidados para a reunião também os representantes de todas as 28 instituições públicas e privadas que integram o Sistema Estadual de Defesa Civil, como o Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL), Polícia Militar, Exército, Marinha, Aeronáutica, Grupamento Aéreo e Cruz Vermelha.

Fonte: Ascom Samu

Veja Mais

Deixe um comentário