Vídeo: Buscas por pescadores desaparecidos já duram mais de 48h

Um foi localizado, mas os outros três seguem desaparecidos

As buscas por um grupo de pescadores, que entrou no mar em uma jangada sem motor na última quarta-feira (18), na Praia da Avenida, já duram mais de 48 horas.

Um deles foi localizado na noite desta quinta-feira (19), no Povoado de Lagoa Azeda, em Jequiá da Praia, mas os outro três seguem desaparecidos.

O homem que foi encontrado, identificado como Ubirajara Silva dos Santos, de 27 anos, teria conseguido nadar até a costa e se salvar. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, os pescadores teriam ficado ilhados após a embarcação encher de água e afundar. Eles, então, utilizaram o barco como uma “bóia” para esperar o resgate e Ubirajara teria se arriscado para se salvar a nado.

Inicialmente, a informação era de que tratava-se de dois casos: um de pescadores desaparecidos na Praia da Avenida e outro de banhistas à deriva em Lagoa Azeda, pois o episódio foi registrado como sendo uma nova ocorrência no sistema do Corpo de Bombeiros. Porém, a corporação esclareceu que, na verdade, trata-se do mesmo caso.

Nesta sexta-feira, 20, o grupamento aéreo do Corpo de Bombeiros fez buscas com dois helicópteros, um pela costa e outro mar a dentro. Veja vídeo:

Contudo as buscas precisaram ser suspensas novamente por conta da baixa visibilidade e devem ser retomadas neste sábado (21). A família reclama do ritmo das buscas e pede um maior empenho por parte do Corpo e Bombeiros.

A Assessoria de Comunicação da corporação esclareceu, porém, que os bombeiros não possuem embarcação com autonomia para realizar buscas em alto mar e que, por isso, a Marinha do Brasil também foi acionada.

Veja Mais

Deixe um comentário