Temer vê como “gesto grandioso” desistência de Doria à pré-candidatura

O ex-presidente afirmou que o movimento do tucano, que abandonou a corrida presidencial, demonstrou "desprendimento"

O ex-presidente Michel Temer (MDB) afirmou, na tarde desta segunda-feira (23/2), que a desistência do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), de se candidatar à Presidência da República, além de ser um “gesto grandioso”, é um sinal de “desprendimento”.

“O ex-governador João Doria realizou um extraordinário governo em São Paulo, confirmando seu perfil de gestor qualificado. Revela, agora, desprendimento, praticando um gesto grandioso”, diz a nota do ex-presidente.

Temer ainda completou, dizendo que acredita que a também pré-candidata ao Palácio do Planalto Simone Tebet (MDB) tem desmonstrado capacidade para a disputa.

“A senadora Simone Tebet, por sua vez, tem demonstrado que está à altura do desafio que se apresenta a ela”, completou.

Mais cedo, em pronunciamento, o tucano anunciou oficialmente sua desistência “Entendo que não sou o candidato da cúpula do PSDB, e aceito. Sempre busquei e continuarei buscando o consenso, ainda que ele seja contrário a mim. Saio de coração ferido e de alma leve”, disse o ex-governador de São Paulo.

“Seguirei como observador sereno do meu país, sempre com a disposição de lutar a guerra para a qual eu fui chamado. Que Deus proteja o Brasil”, acrescentou.

Em sua manifestação sobre o anúncio, Tebet consolou o gestor paulista e disse apostar na união do chamado centro democrático. “Doria nunca foi adversário. Sempre foi aliado”, disse.

“Vamos conversar e receber suas sugestões para nosso programa de governo. O Brasil é maior do que qualquer projeto individual. Vamos trabalhar para unir todo o centro democrático”, declarou a emedebista.

Fonte: Metrópoles

Veja Mais

Deixe um comentário