Previsão é de que chuvas continuem e nível dos rios baixe, aponta Semarh

Com as chuvas dos últimos dias, Alagoas decretou estado de emergência para mais de 50 municípios e registou 56,4 mil desabrigados e desalojados

O aviso meteorológico da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) aponta para continuidade das chuvas de intensidade fraca a moderada em cidades do Litoral, Agreste e Zona da Mata. Com a continuidade das chuvas, há risco de alagamentos e deslizamentos de barreiras.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), também emitiu alerta e prevê chuvas até esta terça-feira (5) para 89 municípios alagoanos. VEJA TAMBÉM.

Apesar das chuvas, porém, a previsão do aviso hidrológico da Semarh é que haja o rebaixamento gradual da maioria dos rios e lagunas. Sendo necessário, porém, manter a atenção e o monitoramento contínuo da região.

Segundo o órgão, os rios Mundaú e Paraíba se mantém elevado, mas a tendência é que baixem.  As lagunas Mundaú e Manguaba permanecem com o nível acima da cota de transbordo, mas também devem descer.

O nível do rio Jacuípe permanece acima da cota de transbordo, mas a tendência é de rebaixamento gradual. O rio Coruripe permanece elevado e atingindo a cota de transbordo em alguns pontos. A barragem de Coruripe e o Açude Igaci estão jorrando, aumentando o impacto nos municípios da bacia.

Os rios São Miguel, Jequiá, Conduípe, Traipú, Dois Riachos, Capiá, Santo Antônio, Camaragibe e Manguaba permanecem elevados, com pontos de transbordo.

O nível do rio Ipanema está elevado, porém com tendência de rebaixamento e diminuição de seu nível. Existe a necessidade de monitoramento contínuo na região.

Além disso, existe risco de transbordamento dos pequenos rios e riachos de todo estado, incluindo a região metropolitana, devido ao acúmulo e registros de chuva nas últimas horas.

Veja Mais

Deixe um comentário