PC conclui inquérito que investigou ameaça e agressões praticadas por motorista de aplicativo

Ascom PC

O delegado Robervaldo Davino, do 6º Distrito da Capital, concluiu e já enviou à Justiça o inquérito policial que investigou vários crimes praticados por um motorista de aplicativa, de 29 anos, contra uma cabeleireira, de 30 anos.
De acordo com as investigações, a vítima estava na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do bairro do Jacintinho, no dia 20 de fevereiro deste ano, quando solicitou uma corrida até a sua residência, no bairro de Riacho Doce.
No caminho, ele parou em um posto no bairro de Cruz das Almas para abastecer o carro, com gás veicular, saindo do veículo, na ocasião.
A mulher ficou preocupada, pois estava em companhia de um filho. Ela alertou o motorista que o abastecimento já havia sido completado.
O motorista passou, inicialmente, a agredir verbalmente mulher, que saiu do carro e disse que iria pegar outro veículo de aplicativo.
Foi, então, que ela foi agredida fisicamente e ameaçada. “Ele ameaçou me quebrar no pau. Estava muito violento tanto que ninguém quis interferir com medo dele. Uma observação que fiz é que ele não aparentava estar normal, como se tivesse feito uso de alguma substância química”, disse a vítima, nas redes sociais.
O acusado foi indiciado pelos crimes de injúria, calúnia, agressões e ameaça.

Veja Mais

Deixe um comentário