Fiscalização apreende 300kg de alimentos impróprios para consumo

Uma fiscalização apreendeu 300kg de alimentos impróprios para consumo, no último sábado (24), nas feiras livres nos bairros da Levada e Jacintinho. Durante a ação, foram recolhidos leite, salsicha, mortadela e diversos tipos de biscoitos e pães de forma.

De acordo com informações da Vigilância Sanitária de Maceió (Visa), os produtos apresentavam sinais de raspagem do prazo de validade, estavam expostos ao sol e não possuíam nota fiscal.

“Os produtos estavam sendo comercializados em desrespeito às normas sanitárias, com sinais de raspagem do prazo de validade, o que comprova a adulteração e comercialização de alimentos vencidos. Isso é um crime contra a saúde pública, prevista no artigo 272, do Código Penal”, afirmou o coordenador da Visa, Airton Santos.

Os locais onde houve o recolhimento dos alimentos impróprios para consumo foram notificados e poderão receber multa que varia de R$180 a R$19 mil, a depender da gravidade do caso. Os alimentos apreendidos foram encaminhados ao descarte no aterro sanitário de Maceió.

A ação contou com a parceria de guardas municipais da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) e da Polícia Militar de Alagoas.

Disque Denúncia – Para denunciar irregularidades, observadas em estabelecimentos fora das adequações sanitárias e que causam riscos à saúde da população, os maceioenses podem entrar em contato no telefone (82) 3312-5495, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ou pelo WhatsApp (82) 98752-2000, que funciona 24h, todos os dias, para o recebimento de mensagem de texto, foto e/ou vídeo. Todas as denúncias são anônimas, garantindo o sigilo do denunciante.

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos