Modelo alagoana é morta pela polícia americana na Califórnia

A modelo alagoana Gleise Graciela Firmiano, nascida em Penedo, teria sido morta pela polícia na Califórnia, Estados Unidos, país em que morava há cerca de oito anos. A mulher de 30 anos, que também morou em Sergipe, teria morrido no último dia 30 de janeiro, mas a irmã afirmou em entrevista que só soube do fato nessa segunda-feira (13).

Segundo a irmã de Gleise, a versão dada pela polícia consta que, após uma briga com o namorado, a modelo teria saído de casa armada e com o carro. Supostamente preocupado, o namorado teria acionado a polícia para pedir ajuda. As autoridades encontraram Gleise próximo a uma árvore e, durante abordagem, teriam percebido um movimento da modelo até a arma, momento que atiraram contra ela.

Arquivo Pessoal

Apesar dos relatos, a versão da polícia não teria convencido a família, que procurou mais detalhes do fato com o namorado da vítima, com quem ela morava junto há cerca de dois anos. “Ele disse que ficou com medo de que ela fizesse uma besteira”, contou a irmã.

O corpo de Gleise ainda está no país norte-americano e a família busca o auxílio do governo federal brasileiro para trazê-lo até o Brasil. Até agora, segundo a família, nenhum e-mail foi respondido.

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos