Perícia do Corpo de Bombeiros aponta que incêndio começou na sala de apartamento

A corporação descartou a possibilidade do fogo ter sido causado por vazamento de gás

Ascom CBMAL

Incêndio deixa mortos e feridos no Benedito Bentes

A perícia do Corpo de Bombeiros, inicialmente, apontou que o incêndio de grandes proporções registrado na manhã desta terça-feira (11), que causou a morte de três pessoas e deixou ao menos sete feridos, começou na sala do apartamento da família que morreu, no Vale Bentes II, no Complexo Benedito Bentes.

Apesar de a causa específica ainda não ter sido determinada, a corporação descartou a possibilidade de o fogo ter sido causado por vazamento de um botijão de gás, informação que circulou nas redes sociais.

“Verificamos que o conjunto botijão, mangueira e fogão estavam intactos, e dessa forma essa possibilidade foi descartada. Mas percebemos que o foco do incêndio foi na sala de estar do imóvel, ainda não sabemos se as chamas foram causadas por ação humana ou algum equipamento elétrico. A verificação de especialistas é que vai nos ajudar na confecção do laudo e determinação da causa do incêndio”, informou o major Pontes, do Corpo de Bombeiros, em entrevista à TV Pajuçara.

O major afirmou ainda que quando as equipes chegaram ao local, as vítimas estavam espalhadas em diferentes cômodos do imóvel. “As vítimas estavam em outros cômodos diferentes do cômodo de origem. Uma estava em um quarto, outro em outro quarto e um terceiro no banheiro. Eles se afastaram do fogo, mas a fumaça causa asfixia e provavelmente foi isso que os levou a morte.”

Além disso, segundo o militar, o fato de a sala ter sido o foco do incêndio dificultou o resgate das vítimas, pois a guarnição não tinha acesso ao imóvel.

O resultado da perícia deve sair em 30 dias.

Ascom CBMAL

Incêndio no Benedito Bentes mobiliza Corpo de Bombeiros

Entre os feridos, uma mulher de 35 anos, que entrou em desespero e pulou do terceiro andar, e uma criança de nove anos, que estava no apartamento onde o incêndio começou, precisaram ser encaminhadas ao Hospital Geral do Estado (HGE), no Trapiche. A mulher está em atendimento na Área Vermelha com fraturas, em ambas as pernas, o seu quadro de saúde é estável; já a criança sofreu queimaduras no tórax e braços e está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado grave.

O incêndio – Na manhã desta terça-feira, 11, um incêndio, iniciado em um apartamento térreo do Condomínio Vale Bentes 2, deixou três mortos e sete feridos. Pelo menos 30 militares e nove viaturas do Corpo de Bombeiros foram enviados ao local para debelar as chamas. Além disso, unidades do Serviço de Atendimento Médio de Urgência (Samu), inclusive o helicóptero de resgate, foram mobilizadas para a ocorrência. A situação gerou pânico e moradores chegaram a pular de unidades habitacionais de outros pavimentos.

Por meio de nota, o Corpo de Bombeiros informou que a primeira guarnição chegou ao local às 9h07. Após a verificação e o fogo debelado, constatou-se que três pessoas tinham entrado de óbito, uma delas cadeirante, e outras sete foram atendidas pelas unidades de resgate e salvamento. Uma mulher e uma criança foram levadas ao HGE. Outras cinco vitimas inalaram fumaça e receberam os primeiros socorros do Samu.

Um homem de cerca de 50 anos foi encaminhado à UPA do Benedito Bentes após sofrer uma crise hipertensiva.

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos