Gestante é vítima de tortura e cárcere privado em Maceió; veja vídeo

Violência foi praticada na frente da filha da vítima, ainda criança, e teria sido motivada por ciúme

Um mulher, grávida de quatro meses, foi resgatada nesta quinta-feira (20), de uma situação de tortura e cárcere privado no bairro do Rio Novo, em Maceió. As algozes, que seriam ‘amigas’ da vítima, foram presas.

Reprodução

Gestante é vítima de cárcere privado e tortura em Maceió

Segundo informações do comando da Operação Litorânea Integrada (Oplit), o caso foi denunciado ainda ontem, pelo pai da vítima. Ele relatou que a filha, maior de idade, teria ido morar há um mês numa casa junto com uma amiga, para dividir o aluguel.

Contudo, esta amiga teria sido informada por outra mulher que a vítima estaria mantendo um relacionamento amoroso com seu ex-namorado, o que gerou ira e desejo de vingança.

As duas autoras então prenderam a jovem grávida e sua filha no imóvel, impedindo que elas saíssem e iniciaram a aplicação de uma série de castigos, como tapas no rosto, ofensas, corte de cabelo e raspagem de sobrancelha à força. Toda a violência teria sido cometida na frente da criança, filmada e compartillhada nas redes sociais.

Uma irmã da vítima, que mora no Rio de Janeiro, recebeu as imagens e entrou em contato com o pai pedindo que ele tentasse ajudá-la. Com a última localização enviada pela jovem, através do celular, antes das torturas, o homem procurou a polícia que conseguiu chegar ao local.

“O pai dela recebeu as filmagens divulgadas na redes sociais da filha que mora no Rio de Janceiro, então, com a última localização que ele tinha, ele foi até a base da Oplit para pedir ajuda”, disse Antônio de Pádua, coordenador da Oplit.

Quando as viaturas estavam chegando próximo ao endereço, uma das mulheres viu os policiais e tentou fugir, mas foi capturada. Ela informou qual ero o imóvel e a equipe encontrou a outra mulher, a vítima e a criança.

O caso foi apresentado na Central de flagrantes, onde as duas suspeitas foram ouvidas pelo delegado plantonista e vão responder pelos crimes de cárcere privado e lesão corporal. Já a vítima ficou sob os cuidados da família.

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos