Mulher é assassinada com características de execução após sair de culto religioso

Crime aconteceu na noite desse sábado (23), no conjunto Maceió 1, parte alta de Maceió

Uma mulher de 34 anos, que não teve a identidade confirmada, foi assassinada no final da noite desse sábado (23) no conjunto Maceió 1, no bairro Cidade Universitária, parte alta da Capital alagoana. O crime tem características de execução.

Segundo informações do relatório da Segurança Pública, o caso foi atendido por militares do 12º BPM, por volta das 23h11. Eles foram acionados após a vítima ser alvejada com quatro disparos de arma de fogo em via pública.

Reprodução

Homicídio na parte alta de Maceió

Segundo foi confirmado pelo Instituto de Criminalística (IC), dois disparos foram efetuados contra a nuca da mulher, o terceiro a atingiu nas costas e o último na mão.

Um motoboy, que testemunhou o crime, contou aos militares que dois indivíduos, em um Fiat Uno modelo antigo, de cor preta e placa não anotada, se aproximaram da vítima e dispararam contra ela, sem dar chance de fuga ou defesa. Eles fugiram logo em seguida, sem serem perseguidos.

O boletim policial confirma ainda que uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas a vítima já estava óbito qunado os socorristas chegaram. O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML).

É do documento oficial também que o ex-companheiro da mulher esteve no local e confirmou que ela já havia sido usuária de drogas no passado.

Reprodução

Mulher teria participado de culto religioso momentos antes de ser morta

O crime atraiu a atenção de muitos curiosos, que afirmaram que a mulher havia saído momentos antes de um culto religioso. Uma bíblia também foi encontrada próximo ao corpo.

Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra a mulher na celebração religiosa que teria acontecido momento antes. Internautas afirmaram também que a vítima se chamaria Dayane Rodrigues e teria três filhos. Nenhum órgão oficial confirmou os dados até o momento.

É das redes sociais também a versão de que a mulher teria sido atingida durante troca de tiros entre a polícia e bandidos, mas ela diverge das informações oficiais.

A Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídios, deve investigar o caso e determinar sua autoria e motivação.

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos