VÍDEO: Briga por acesso a condomínio termina em agressão; PC afastado

Uma confusão no acesso a um condomínio no bairro de Jacarecica, em Maceió, terminou na polícia e com um piloto do Grupamento Aéreo da Segurança Pública investigado por agressão. O caso ocorreu no último dia 2 de dezembro, mas só se tornou público nesta quinta, 6.

O caso foi denunciado por uma nutricionista, de 30 anos, que afirma ter sido agredida pelo policial civil enquanto aguardava para entrar no condomínio onde o noivo reside. As imagens do próprio condomínio mostram a mulher parada em seu veículo, às 23h30 do dia 2, aguardando a autorização para entrar.

O policial chega ao condomínio, onde reside, e – sem conseguir entrar – vai falar com a mulher no carro, dando início a uma breve discussão, acompanhada pelo porteiro, que parece tentar acalmar os ânimos.

A mulher, no entanto, sai do seu carro, confronta o policial civil e desfere um tapa contra seu rosto. Imediatamente, o policial revida a agressão, sendo mais uma vez contido pelo funcionário do prédio. As agressões ocorrem em frente a uma criança, que estava com o policial. A mulher e o policial seguem brigando dentro do prédio, conforme imagens obtidas pela reportagem do Alagoas.

A vítima divulgou imagens das lesões sofridas na mandíbula, boca, braças e pernas e registrou boletim de ocorrência. O policial civil também registrou boletim de ocorrência contra a nutricionista. Ele afirma que apenas se defendeu das agressões iniciadas pela mulher e que ela não estava autorizada a entrar no condomínio.

A Polícia Civil de Alagoas informou que o caso está sendo investigado pela Corregedoria da entidade. O governador Paulo Dantas determinou o afastamento preventivo do agente público enquanto o caso estiver sendo apurado.

Polícia Civil de Alagoas

A Polícia Civil de Alagoas informa que já adotou todos os procedimentos legais para apurar o caso envolvendo um policial civil, do Grupamento Aéreo da Secretaria de Segurança Pública, e uma mulher de 30 anos, por agressão na entrada de um condomínio, no bairro de Jacarecica, na noite do dia 2 (sábado).

Foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e a Corregedoria da Polícia Civil vai investigar o caso, como acontece em situações que envolvem integrantes da instituição.

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos