Animação alagoana participa da maior premiação do Cinema Brasileiro

Diafragma concorre no primeiro turno do Prêmio Grande Otelo

Depois de participar de dezenas de mostras e festivais dentro e fora do Brasil, o premiado filme alagoano Diafragma foi indicado para concorrer no primeiro turno do Prêmio Grande Otelo do Cinema Brasileiro 2024 na categoria Curta de Animação. A obra dirigida e animada pelo vilelense Robson Cavalcante e produzida por Renah Berindelli está disponível no site Porta Curtas (portacurtas.org.br), onde pode ser apreciada gratuitamente e receber votos do público até esta segunda-feira (10).

Divulgação

Diafragma

Diafragma é o primeiro projeto de animação da Sambacaitá Produções. Foi realizado com recursos do Prêmio Professor Elinaldo Barros / Lei Aldir Blanc, lançado pela Secult Alagoas, e contou com recursos do Sebrae Alagoas para sua distribuição — feita pela Selva Independente. Tem como coprodutor o Aqua Studio e como produtoras associadas a La Ursa Cinematográfica e a Cana Filmes.

A obra conta a história de um menino criativo que se adapta à gradual perda de visão provocada pelo Diabetes. O filme estreou no ano passado no festival Olhar de Cinema (PR) e já participou de outros eventos consagrados, como os festivais Curta Kinoforum (SP) e Cine Ceará (CE); e a Mostra de Cinema de Tiradentes (MG).

O curta foi premiado no 2º Festival de Cinema de Arapiraca (AL), no 27º Florianópolis Audiovisual Mercosul – FAM (SC), no 8º VerOuvindo (PE) e no 6º Festival de Cinema de Rua de Remígio (PB). Recentemente, a animação entrou no catálogo da SPcine Play, onde pode ser assistida gratuitamente em sua versão convencional e também com acessibilidade em Libras e Audiodescrição — feita pela Permear Arte e Acessibilidade.

A bonita carreira do filme e sua consequente indicação para o primeiro turno da maior premiação do Cinema Brasileiro o coloca em destaque na condição de produção audiovisual alagoana e faz da obra um marco para o fortalecimento do mercado de animação local. Sua produtora afirma que está sendo muito gratificante representar Alagoas com um filme de animação numa premiação tão importante.

“A trajetória do curta tem me orgulhado bastante e isso me estimula a investir cada vez mais na carreira do filme e no fomento da produção de animação em Alagoas. Diafragma foi um investimento artístico que deu muito certo e espero que ele possa servir de estímulo para novas produções de animação no nosso estado.”, complementa Renah Berindelli, que também é sócia fundadora da Sambacaitá Produções.

Reprodução

Diafragma

O roteirista, diretor e animador do filme também se mostra feliz por participar da premiação. Robson Cavalcante destaca o seu entusiasmo devido à possibilidade de levar a mensagem da obra para um número maior de pessoas e reconhece a importância dessa participação para o segmento criativo.

“Estamos na expectativa. A animação é uma semente que está começando a brotar em terreno alagoano e que, se bem cultivada, irá se multiplicar através dos olhares de diferentes autores e autoras.”, aponta o artista.

A votação do público no site Porta Curtas é uma ação paralela à premiação e terá seu resultado divulgado em breve. Os curtas que concorrem no Prêmio Grande Otelo — anteriormente chamado de Grande Prêmio do Cinema Brasileiro — foram indicados por diferentes instituições do Cinema Brasileiro. A escolha das cinco obras que estarão entre as produções finalistas para concorrer ao Troféu Grande Otelo é feita exclusivamente pelos sócios da Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais, a realizadora do prêmio. A cerimônia de premiação de curtas e longas-metragens será realizada no Rio de Janeiro em data a ser definida.

Fonte: Ascom Secult/AL

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos