Jovem encontrado concretado em cova rasa já respondeu a inquérito por tráfico de drogas

A delegada Tacyane Ribeiro, coordenadora da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), informou nesta quinta-feira (6) que o delegado Filipe Caldas é quem vai dar continuidade às investigações sobre a morte do jovem Ronael Lopes da Silva, de 20 anos, que teve o corpo encontrado em uma cova rasa, parcialmente concretado.

O cadáver foi achado numa mata de difícil acesso, no Conjunto José Aprígio Vilela, no bairro Benedito Bentes.

Os levantamentos já realizados pela polícia indicaram que Ronael já tinha respondido a inquérito policial por tráfico de drogas. A esposa admitiu que ele era usuário de maconha.

De acordo com o delegado Denisson Albuquerque, plantonista da DHPP, que esteve no local para acompanhar o resgate do corpo, o jovem desapareceu no domingo (2) e estava sendo procurado por familiares.

Segundo o delegado, ele foi localizado por um tio. Inicialmente, a família achou que se tratava de um animal, mas identificou o sobrinho por uma tatuagem na perna.

Fonte: Ascom PC/AL

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos