Morre Jerry West, inspiração para logo da NBA e 3 vezes Hall da Fama do Basquete

Confirmação da morte do "Sr. Clutch" foi divulgada nas redes sociais do Los Angeles Clippers

Jerry West, selecionado três vezes para o Hall da Fama do Basquete e o ex-jogador que inspirou a criação do logo da NBA, morreu, aos 86 anos, nesta quarta-feira (12).

A confirmação da morte foi divulgada pelo Los Angeles Clippers.

“Jerry West, a personificação da excelência do basquete e amigo de todos os que o conheciam, faleceu pacificamente esta manhã aos 86 anos. Sua esposa, Karen, estava ao seu lado”, disse o Clippers.

West era apelidado de “Sr. Clutch” por conseguir virar jogos nos últimos minutos.

A lenda do basquete entrou no Hall da Fama como jogador, em 1980. Em 2010, entrou na lista seleta por ter participado da equipe olímpica dos Estados Unidos, em 1960, e, neste ano, ganhará pela terceira vez como colaborador.

Após o título de 1960, ele ingressou no Lakers, onde passou toda a sua carreira profissional. Em 1969, West foi o melhor jogador de uma final, mesmo sem ter ganho o título. Três anos depois, foi campeão da NBA.

West também foi homenageado com um dos maiores jogadores da história da NBA, em 1996. O ícone do basquete participou do time All-Star, a seleção dos melhores jogadores em cada final de temporada, em todos os 14 anos que jogou na liga. “Sr.Clutch” é o 25º maior pontuador de todos os tempos da competição de basquete americana.

Fora das quadras

Como executivo, West foi gerente dos Los Angeles Lakers, ajudando a construir a dinastia “ShowTime”, que foi campeã oito vezes. O esquadrão que montou era formado por Magic Johnson e James Worhty, depois trouxe Koby Briant e Shaquille O’Neal.

Além disso, também dirigiu o Memphis Grizzlies, o Golden State Warriors e o Clippers. Considerado a realeza do basquete, ele costumava assistir os jogadores promissores na Summer Legue, em Las Vegas. Um dos principais que viu crescer foi LeBron James.

“Meu mentor, meu amigo! Espero continuar a deixar você orgulhoso! Você já faz saudades”, disse James.

Memórias

Em sua autobiografia publicada, em 2011, “West by West: My Charmed, Tormented Life”, ele contou que passou um período de batalha, ao longo da vida, contra a depressão.

West afirmou que sua infância foi desprovida de amor e cheia de raiva por causa de um pai abusivo. Muitas vezes ele se sentia inútil e, para combater isso, disse que colocava sua energia no jogo.

Fonte: SBT Sports

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos