Colônia Leopoldina, Campestre e Porto de Pedras estão com abastecimento afetados

Condições climáticas e defeito em equipamentos são responsáveis pelos problemas. Em Maragogi, manutenção da rede elétrica vai afetar funcionamento de poços no dia 25 deste mês

O sistema de abastecimento de Colônia Leopoldina está temporariamente inoperante, nesta sexta-feira (14), em virtude das condições climáticas da região. Isso acontece porque as chuvas levaram grande quantidade de material sólido para o manancial onde é feita a captação de água, o que elevou a turbidez do líquido.

Desse modo, a Estação de Tratamento de Água (ETA) fica impossibilitada e efetuar o processo, por isso, o sistema foi paralisado. A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) monitora as condições do manancial e, tão logo for seguro do ponto de vista operacional, o sistema será reativado para entregar água tratada e de qualidade à população.

Campestre 

Em Campestre, o sistema também está inoperante nesta sexta em razão de um rompimento constatado na adutora. Técnicos da Casal já trabalham na manutenção emergencial da estrutura e esperam finalizar o serviço ainda hoje (14).

Porto de Pedras 

A Estação Elevatória de Água Bruta (EEAB) do sistema que atende Porto de Pedras apresentou defeito na noite dessa quinta-feira (13), por volta das 22h. A Casal já está com equipe no local fazendo a manutenção dos equipamentos. Tão logo o trabalho seja finalizado, o sistema será reativado.

Maragogi

Alguns poços que abastecem a cidade de Maragogi e o assentamento Nova Jerusalém, na zona rural do município, serão paralisados, no dia 25 deste mês, para uma manutenção elétrica da Equatorial. O serviço está previsto para ocorrer das 9h às 15h.

Durante esse período, o sistema P-MAR-NJ 27, que inclui os poços 27, 28, 29 e 30, ficará inoperante até que a Equatorial restabeleça o fornecimento de energia.

Em Colônia Leopoldina, Campestre, Porto de Pedras e Maragogi a Casal é responsável pela captação da água nos mananciais e posterior tratamento. Em seguida, a Companhia repassa o líquido para a concessionária Verde Alagoas, que tem por responsabilidade operar as redes de distribuição e entregar o líquido aos moradores.

Fonte: Ascom Casal

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos