“Fuzil consegue abater uma guarnição inteira”, diz oficial do Bope sobre arma apreendida em Maceió

SSP/AL

O fuzil que foi apreendido nesta terça-feira, 09, após investigação da Secretaria de Segurança Pública (SSP) teria a capacidade de “abater uma guarnição inteira”. O armamento foi apreendido por uma guarnição do Batalhão de Operações Especiais da Policia Militar (Bope) no bairro da Cambona, em Maceió.

De acordo com o tenente Miguel Júnior, em entrevista a TV Pajuçara, o armamento é de extrema periculosidade, pois, “nas mãos de uma pessoa preparada, consegue abater uma guarnição inteira”.

O militar destacou que recebeu as informações da SSP e montaram várias barricadas ao longo da manhã em pontos estratégicos na parte baixa da cidade. A arma foi encontrada dentro de uma máquina de lavar roupa e estava sendo transportada em uma caminhonete S10. Leia matéria.

De acordo com a SSP, a arma foi enviada pelo chefe do crime no Rio de Janeiro, Nem Catenga. O setor de inteligência receptou e apreendeu após uma análise em um celular.

Uma pessoa não identificada foi presa em flagrante e foi apreendido um fuzil 556 de fabricação da Taurus e no mercado o seu valor é estimado em R$ 24.700. As investigações foram conduzidas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) e a apreensão foi efetuada pelo Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar de Alagoas (BOPE).

De acordo com a SSP, as investigações começaram após análise de um telefone apreendido que teria identificado que o criminoso conhecido como Nem Catenga estaria coordenando o envio do armamento do Rio de Janeiro para Maceió.

“As investigações apontaram que o fuzil já havia chegado e foi inicialmente armazenado no bairro do Clima Bom, antes de ser transferido para o bairro da Levada/Brejal, região sob influência do tráfico liderado por Nem Catenga. O criminoso possui cinco mandados de prisão em aberto e está foragido no Rio de Janeiro”, detalhou a nota da SSP.

 

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos