Em dia de Coutinho, Vasco vence Corinthians com pintura, dá fim a jejum de 14 anos e entra na zona da Sul-Americana no Brasileirão

Fim do longo tabu! Nesta quarta-feira (10), o Vasco recebeu o Corinthians em São Januário, pela 16ª rodada do Brasileirão, e venceu por 2 a 0, dando fim a um jejum de 14 anos sem vencer a equipe paulista.

Com o resultado, o Cruz-maltino chegou à terceira vitória seguida no Brasileirão, entrou na zona de classificação à CONMEBOL Sul-Americana e de quebra abriu 8 pontos de distância para o Z-4.

O dia do torcedor vascaíno terminou de maneira perfeita, já que de manhã o clube enfim oficializou a contratação do meia Philippe Coutinho, por empréstimo.

Já no lado do Corinthians, a equipe perdeu a segunda seguida e com o resultado segue na zona de rebaixamento.

COMO FOI O JOGO

Assim que a bola rolou na Colina Histórica, o Vasco aproveitou o fator casa controlar o jogo e ter o domínio na maior parte do tempo.

Ainda assim, a primeira etapa foi disputada e teve chance para os dois lados. O Corinthians, inclusive, assustou mais de uma vez.

Primeiro com Matheus Bidu, que finalizou pela esquerda, e a bola passou muito perto da trave defendida por Léo Jardim.

Em seguida, foi a vez o camisa 1 do Cruz-maltino salvar e ir buscar cobrança de falta de Igor Coronado, que teria como destino o ângulo.

A melhor chance do Vasco foi em contra-ataque iniciado por Pablo Vegetti, que terminou em tabelinha entre Praxedes e Adson, mas sem sucesso.

E se no primeiro tempo o placar terminou empatado por 0 a 0, na etapa final enfim ele foi aberto. E pelo Vasco.

Depois de uma grande chance desperdiçada por Vegetti, que finalizou dentro da área, mas foi travado por Matheuzinho em cima da hora, Lucas Piton fez a famosa “lei do ex” imperar em São Januário e fez 1 a 0.

O lateral-esquerdo recebeu lançamento preciso de Hugo Moura, tirou de Ángel Romero, invadiu a área e tocou no cantinho de Matheus Donelli.

O camisa 6 do Vasco ainda jogou no sacrifício, já que ainda na primeira etapa sofreu um corte na cabeça e sangrou bastante. Piton voltou a campo usando uma touca de natação.

Nos acréscimos, Juan Sforza fechou o placar com uma pintura de falta, que liquidou o placar por 2 a 0. Foi o primeiro gol do argentino pelo Vasco.

Fonte: ESPN, com YouTube/GE

Veja Mais

Deixe um comentário

Vídeos